Por André Rossanez

Limonge lança a música protesto “Dom Quixote, o Presidente do Brasil”, sobre o momento atual do país, onde estamos tão sem representação política.

A canção ganhou um lyric video feito por Pimen Nakan, que mostra imagens de tantos absurdos já fotos por Bolsonaro. A letra escrita pelo próprio cantor é realmente como o artista diz, “Um pequeno retrato do que estamos vivendo (e que muita gente ainda insiste em negar)”.

Sobre a música, ele reflete “Um breve retrato do que estamos vivendo. Um louco no poder, o dinheiro acima de tudo e um Deus impiedoso acima de todos. Até quando?”.

Após o lançamento do single, Limonge fez uma reflexão sobre o poder que a música tem. Segundo ele, “Nunca perdi tantos seguidores com uma música, e acho isso incrível. A arte foi feita pra questionar e provocar, ainda mais nesse momento, não dá pra ignorar. Espero que quem continue comigo aceite e compreenda a mensagem que quero passar. Quem não concorda, que coloque a mão na consciência e analise tudo que está acontecendo, caso continue achando “mimimi”, meus sentimentos. É hora de gritar, é hora de agir, é necessário se posicionar, mais do que nunca, não vão nos calar!”.

Segundo ele, “A analogia com Dom Quixote é apenas com relação a perda da sanidade/luta contra moinhos de vento imaginando serem dragões, uma licença poética apenas para não citar o nome, pois no rascunho original a música teria menção direta a ele, achei de bom tom colocar um personagem “louco” no lugar apenas para não dar o gosto de citá-lo de forma nominal… além disso, para os eleitores e apoiadores, ele é visto como o “bom cavaleiro” (só ver a galera vestida de templário nas manifestações), como também é louco, achei que seria uma boa analogia focada no prisma de uma pessoa sem sanidade suficiente pra discernir o que é real do que é ilusão”.

Realmente esta música é um fiel retrato de tudo que estamos passando. Está na hora de nos unirmos contra todo autoritarismo, ignorância e desmandos de nosso presidente e tantos outros políticos e até cidadãos. Queremos um país melhor. E bom sempre lembrar, #ForaBoldonaro!