A cantora e compositora Erika Ender lança seu primeiro e sensível single em português “Até Logo”.

A nova canção de Erika (co-autora do fenômeno ‘Despacito’) ganhou um clipe muito belo que mostra a artista cantando um amor e uma relação que não faz mais sentido, em meio a muito fogo e água, enquanto relembra momentos do casal. E o mais bacana é que ao fim, aparece a palavra ‘continua’. Vem mais coisa boa por aí!

thumbnail_foto erika ender-78rt26741355433431052975..jpg

A faixa faz parte de “MP3 – 45”, o novo álbum da artista panamenha, filha de panamenho e brasileira, composto por faixas em português, espanhol e inglês, e que contam a história dela até aqui. Segundo Erika, “O nome do álbum é um reflexo de quem eu realmente sou. Uma mulher moderna e independente que pensa fora da caixa, mas que nasceu e cresceu em uma família multicultural. Meus valores internos são ‘old school’. Música para mim é emoção! Então, eu sempre tento transmitir uma mensagem nas minhas composições. Agora é a hora de fazer o que sinto. Não estou focando apenas em um gênero ou idioma, estou misturando tudo o que sou”.

thumbnail_erika1607713112680547484.png
Capa do álbum “MP3-45”

A produção do single é do renomado Moogie Canazio, brasileiro ganhador de vários Prêmios Grammy e de Torcuato Mariano, argentino há anos radicado no Brasil. A artista gravou o novo disco durante 2019 e 2020 no Rio de Janeiro, em Los Angeles e em Miami.

Sobre trabalhar com Moogie, Erika Ender conta “Durante anos, Moogie me disse: ‘Erika, você tem a capacidade natural de falar e escrever em português. Você não precisa procurar um crossover. Você naturalmente cruza os mundos brasileiro e espanhol.’ Ele sabia desde o início que eu poderia misturar todas essas culturas. Ele foi capaz de traduzir quem eu sou, musicalmente”.

screenshot_20200901-020543~25449744381228220387..png

Erika chegou arrasando com sua primeira música de trabalho em nosso idioma. Uma canção encantadora tanto pela bela e sensível letra, como também pela doçura e ao mesmo tempo força da voz da artista. E ainda, uma faixa que fala de algo que já aconteceu com muita gente, o que trás muita identificação.