O duo indie-pop Carpechill (Henri Vasques e Rafael Marea) se unem a Dadds e lançam a empoderada e poderosa “Libertar”.

A música nasceu da vontade de falar sobre o sentimento de aprisionamento que uma relação pode causar, principalmente quando se cria amarras por não conseguirmos nos desprender daquilo que nos faz sofrer e é preciso se libertar.

O clipe da faixa foi dirigido por Jessica Crusco e Fernanda Degolin (The Mysterious) e gravado no apartamento de Henri. Com empoderamento e elementos do BDSM, os três aparecem em imagens metafóricas que aparecem na letra, em uma atmosfera obscura e misteriosa eque ao mesmo tempo remete a liberdade de sermos quem somos de verdade.

Para o vocalista e guitarrista da dupla, Henri a música nova ajuda a “colocar para fora toda essa angústia, com melodias e vocais ousados, gritados e entoando coros, trazendo uma proporção mais épica para a produção, como se a nossa geração precisasse gritar aquelas palavras”.

Foto: Leonardo Ramires

Já Marea, vocalista e responsável pela produção musical do Carpechill, acrescenta, “Na produção musical, trabalhamos com a fúria da indignação, recheado de synths agressivos e uma batida de trap, ao mesmo tempo que trouxemos um lado mais pop e globalizado”.

Inclusive a frase da canção “Eu preciso me libertar” faz também alusão às dificuldades de ser um artista independente no Brasil, a pressão da indústria da música e os conflitos internos causados por essa vivência, que será o tema central do segundo disco do duo, que será lançado em breve.

Foto: Leonardo Ramires