Tássia Reis quebra tudo ao lado de Urias e Preta Ary em “Shonda D+” e anuncia álbum novo.

O lançamento abre uma nova era da cantora, mais conectada com o Universo Pop. Segundo Tássia, “Quando escrevi a minha parte nessa letra estava muito brava. Tinha acontecido uma situação onde fui boicotada e eu personifiquei a ideia. Comecei a pensar em como eu preciso me valorizar. Ainda que o mundo não faça, ou não saiba como, eu preciso saber o meu valor. No final das contas é isso, né? Estamos prontas para vencer, mesmo com tantas adversidades. Fazemos o nosso corre e achei importante sentirmos essa energia capaz de nos reerguer e nos reafirmar nesse momento que não tem sido fácil”.

Foto: Camila Tuon

Já Preta destaca “Venho rimando sobre subestimarem a minha capacidade, sobre não conseguirem lidar com meu talento e me colocarem num lugar onde eu me recuso a ficar”, diz Preta Ary. E segundo Urias, “Dei o meu máximo no meu verso e, particularmente, foi um dos meus favoritos que já escrevi. É sempre muito bom destacar e celebrar a prosperidade de mulheres pretas”.

Poderosa, dinâmica e densa, a faixa tem produção de Evehive que diz. “Com um clima perfeito para as pistas, a sonoridade da cena Ballroom Vogue é o que apimenta o beat de drill adaptado para uma a vibe meio Jersey Club” .

Foto: Camila Tuon

A track com timbres de vogue beat e forte influência de drill, chega com um clipe incrível, poderoso e conectado com uma narrativa girl boss.

A produção, dirigida por Camila Tuon e Gabiru (CeGê), surgiu de uma cena proposta pela própria Tássia, brincando com a irônica ideia de empreendimento que poderia ser de algo ilícito. “A sociedade vive questionando como as mulheres conseguiram as coisas, além do apagamento histórico das participações das mulheres nos negócios, sobretudo das mulheres negras. A partir daí, evoluíram para a empresa Shonda.co e tecemos essa história incrível, que se passa numa loja de cabelos real chamada Du Chapéu Hair, que fica no Brás, em São Paulo”, contam as diretoras.

Foto: Camila Tuon

A coreógrafia do vídeo é da dançarina Zaila. Na performance proposta, os passos de Voguing Femme são os protagonistas. “Quero acrescentar que essa estreia abre espaço para um novo momento da minha carreira, me mostrando como me reinventar é algo que eu sei muito bem fazer. Retomar antigas paixões, como a dança por exemplo, e poder incorporar essa nova era me deixa muito feliz como artista! Pra mim parece que crescer e ser PRÓSPERA é mais do que uma meta, é o meu destino”, conta Tássia.