Lucas Secco celebra ano especial e prepara novidades para 2022.

Apesar de ter sido um ano castigado pela Covid, 2021 foi especial Lucas que continuo na ativa, gravando e lançando músicas inéditas. Lançada em Outubro, o single “Fazendeiro” conquistou o Brasil e de acordo com o ranking da Crowley (especializada em monitoração/audiência de áudio), chegou a figurar como a 93º música mais tocada nas rádios do país.

E o próximo lançamento do cantor já tem data. Já em Janeiro, será lançada a parceria com Bruna Viola, “Truco”, que chegará acompanhada de um belo clipe. Além desse e mais singles novos, Lucas Secco prepara uma turnê que deve levar o seu show para os quatro cantos do Brasil.

Lucas Secco:

Além de ser reconhecida nacionalmente pelo forte potencial da agricultura, Maringá, cidade localizada no norte do Estado do Paraná, também tem uma forte ligação com a música – inclusive dando nome ao município, de acordo com relatos históricos. Segundo depoimentos, operários que trabalhavam na construção da futura cidade, cantavam a música “Maringá”, do compositor mineiro Joubert de Carvalho. Fato é que, na placa da Rua Joubert de Carvalho, está escrito: “Compositor da música que deu o nome à cidade”.

 

A beleza do campo e a música sertaneja, tornaram trilha sonora de muitas histórias ao longo dos anos, sendo também celeiro de inúmeros artistas – muitos já reconhecidos e outros ainda buscando o seu espaço no cenário artístico. Entre eles, está o maringaense, Lucas Secco, que desde criança, cresceu ouvindo muita música boa, durante as viagens que fazia com os seus pais pelas cidades do interior do estado paranaense, principalmente para São Pedro do Ivaí.

 

Nesta época, Lucas teve seu primeiro contato com a música, especialmente o sertanejo, gênero predileto que ecoava nas vozes de seus pais. Incentivado pela mãe, e também pelo o seu padrasto, aos 15 anos, Lucas começou a fazer aulas de violão, e quatro anos depois iniciou aulas de canto. Dedicado aos estudos, não demorou muito para que o garoto começasse a se destacar e a soltar a voz em festas de famílias e festas escolares.

 

Eclético, e cada vez mais conhecedor de novas técnicas e estilos musicais, o que fez somar ainda mais para a sua evolução e amadurecimento artístico, Lucas também passou a ouvir artistas e estilos que se tornaram referências em sua carreira como Frank Sinatra, Michael Jackson, Elvis Presley, Alan Jackson, Blake Shelton, Keith Urban, Josh Turner, Fernando Bernardes, Fernando & Sorocaba, Munhoz & Mariano, João Carreiro, Jads & Jadson, Loubet, Bruno & Barretto, entre outros.

 

Com a música já correndo em sua veia, Lucas teve aflorado o seu talento para a composição. “Destino” e “Ao seu lado”, foram as primeiras faixas escritas por ele. “Coração se rende”, divulgada em 2019, marcou o início de sua carreira profissional. Com a boa repercussão de seu single de estreia nas plataformas digitais e redes sociais, Lucas parte para um importante passo na carreira.

 

Lucas Secco trabalhou a divulgação dos EPs “Alma Sertaneja” e “Geração dos Brutos”. Assim como o EP “Geração dos Brutos”, que reuniu os principais artistas “brutos” do atual mercado sertanejo, Lucas Secco conseguiu colocar no EP “Alma Sertaneja” outros grandes nomes do gênero sertanejo que serviram de inspiração para a sua carreira.

 

Preparado para desbravar novos horizontes e levar o seu trabalho para todo o país, Lucas Secco segue com muita determinação, fazendo com que o público possa receber todo o seu amor e emoção, através de cada palavra cantada, de forma que a sua música possa tocar o coração de cada pessoa.