Academia Orquestra Ouro Preto apresenta “O Pequeno Príncipe” com a presença do pianista e compositor Tim Rescal.

A história de um pequeno príncipe que morava em um planeta um pouco maior do que uma casa e que precisava de um amigo é um clássico da literatura infanto-juvenil. A fábula do escritor francês Antoine de Saint-Exupéry ganhou adaptação do maestro Rodrigo Toffolo, para a Orquestra Ouro Preto.

O espetáculo será exibido no dia 19 de Fevereiro, às 19h, no canal da orquestra no You Tube. A exibição reúne uma série de novidades e marca o encerramento das inscrições para os candidatos à bolsa na Academia Orquestra Ouro Preto, projeto que proporciona a jovens instrumentistas a experiência de vivenciar o dia a dia de uma orquestra. O edital para concorrer às três vagas abertas para 2022 já está aberto e as inscrições se encerram no dia 20 de Fevereiro.

Foto: Íris Zanetti

O concerto cênico-musical “O Pequeno Príncipe” tem música original de um dos mais premiados compositores brasileiros, Tim Rescala, que também é narrador da história e, pela primeira vez, estará presente em cena. Soma-se a esse universo a magia do teatro de bonecos do bonequeiro e artista contemporâneo Eduardo Felix.

Rodrigo Toffolo, que além de diretor artístico e regente titular da Orquestra Ouro Preto assina a adaptação do texto para o espetáculo, conta que a soma dos instrumentos orquestrais à narração e ao cenário composto por bonecos trouxe um resultado capaz de agradar a adultos e crianças. “Não é um espetáculo só infantil já que quis fazer uma adaptação fiel da clássica obra de Exupéry e, portanto, frases importantes do autor que nos fazem refletir estão intactas no texto que tem música original nas cenas que o compõe. O que fiz foi uma desconstrução do texto original, começando a história do meio, do encontro entre o Príncipe e o Rei”, contextualiza o maestro.