Guilherme e Benuto lançam “3 Batidas”, mais uma sofrência daquelas pra chorar todas as mágoas.

A canção ganhou um clipe gravado ao vivo com direção de Ricardo Bikay. O vídeo é uma amostra do DVD “Amando, Bebendo e Sofrendo” pela Sony Music.

Guilherme conta sobre o novo single “Foi a partir da frase “rindo de desespero” que a música começou a desenrolar. A gente começou a contar a história desse homem que está rindo de desespero, ele está enrolando na rua pra não voltar para casa, porque, se ele voltar, tudo vai lembrar a mulher que terminou com ele. Ele está sofrendo e o consolo é a bebida. A história segue até que, de tanto enrolar na rua, ele é assaltado”.

Ele completa “Essa ideia das três batidas foi muito legal, porque é uma forma do público interagir, interpretando a música, que conta uma história que muita gente vai se identificar. É uma canção que começa com uma melodia triste e no refrão ela cresce, como se esse homem estivesse chutando o balde e nada mais importasse. É uma melodia que acompanha a letra”.

Já Benuto diz “A escolha dessa canção como parte do nosso repertório e como música de trabalho vem muito da possibilidade de identificação que ela causa. O rapaz perdeu o amor da vida dele, sai de casa pra beber e esquecer e, na madrugada, pra piorar e completar a sofrência, ainda é assaltado”.

A composição da faixa é da dupla em parceria com Nando Marx, Flavinho Tinto e Douglas Mello.

“Amando, Bebendo e Sofrendo” teve produção musical de Ivan Myiazato e foi gravado em Goiânia/GO. Todas as 17 músicas são todas inéditas e autorais.