Dia 1º de Novembro foi aniversário de Pabllo Vittar, e para comemorar a artista lançou a primeira parte do álbum “111” no mesmo dia.

Para a parte inicial do novo disco trilíngue pela Sony Music, foram escolhidas quatro canções com muita personalidade e empoderamento. A produção é do talentoso Rodrigo Gorki.

“Esse algum é uma grande playlist de aniversário. É para cima, divertido e está cheio de participações muito legais”, adianta Pabllo.

Capa de “111” – Parte 1

E ela completa, “Quando decidi fazer o ‘111’, quis ir fundo em todas as lembranças de meus aniversários. chegamos em 10 faixas que me remetem lembranças, alegrias e momentos marcantes da minha vida”.

A primeira faixa “Parabéns” tem participação especial de Márcio Victor da Banda de Axé, Psirico. Sem dúvida, uma das melhores músicas da carreira de Pabllo Vittar, que mistura Axé e Tecnobrega. Sobre o hit, Vittar conta, “Marca minha premissa de músicas com raízes brasileiras no repertório. Além disso consagra uma parceria feliz com Márcio Victor”.

Uma das queridinhas dos fãs é “Amor De Que”, um tecnobrega bem humorado, sobre aproveitar a vida e a juventude, ficando e ou amando quem bem entender.

Grande destaque a primeira canção em inglês de Pablo. “Flash Pose”, ganhou um toque todo especial com a participação de Charli XCX e já é um enorme sucesso, tendo cerca de 16 milhões de streams no Spotify. “A música me remete muito às baladas e à cultura LGBTQ+, sempre que escuto me dá vontade de ir para uma parada do orgulho e viver meu lado queer”, relata Pabllo Vittar.

Preferida por quem vos escreve, a primeira faixa da cantora em espanhol “Ponte Preta” trás um Reggaeton com um toque bem eletrônico e que lindamente celebra a diversidade etnica, de raça, sexual e cultural. Pabllo está de parabéns, por seu espanhol muito bem pronunciado.

A artista fez um projeto que transparece sua personalidade. Segundo ela, “Algo bem mais pessoal mesmo. Eu tô colocando todas as músicas que eu gosto e que os ritmos são aqueles que o Pabllo, não a Vittar, mais ouve em casa e gosta pra caramba. São essas outras áreas trabalhando a PC music e o eletrônico, mas sem esquecer as batidas brasileiras, porque é quem eu sou e faz parte de mim”.

A segunda parte do álbum “111”, traz seis músicas e o lançamento acontecerá em 2020. Assim que ficar concluído, provavelmente o disco ganhará versão física.

A primeira parte do projeto, já mostra que Pabllo Vittar está totalmente pronta para se jogar na carreira internacional. Também vemos muito bem a evolução dela como artista e como a cantora, soube mostrar com bom gosto e faixas muito bem produzidas, a sua personalidade e verdade artística. Um belo trabalho.

Já estamos ansiosos para a última parte, que sem dúvidas, será sensacional.