Uma das maiores estrelas pop da atualidade Camila Cabello lança o seu segundo álbum “Romance” pela Sony Music.

Para o novo trabalho a artista usou a matemática do amor. “Eu só queria que esse álbum mostrasse como é se apaixonar, coisa bem impossível de fazer, mas posso dizer que dei tudo o que tinha. Eu nunca vivi tanto a vida como escrevendo este álbum”, revela Camila.

A cantora também, conta um pouco sobre o contexto em que preparou o novo trabalho “Realmente não tive a experiência normal de sair com os amigos, ter encontros e frequentar a escola. Quando eu tinha 20 anos, que foi quando comecei a fazer esse álbum, era o momento que eu realmente tive tempo de sair para viver a vida. Todo esse álbum é apenas sobre a intensidade de, sabe, estar em um relacionamento sério pela primeira vez, se apaixonar”.

Com 14 faixas, o disco começa com uma das melhores músicas da carreira de Camila. “Shamless” é uma canção bem Pop/Rock diferente do que ela vinha fazendo e mostra a evolução vocal da artista. Incrível.

Cada vez mais a cantora mostra que sabe usar agudos muito bem e é isso que vemos no refrão de “Living Proof”, uma canção cheia de personalidade.

Neste disco aparece bastante, as raízes latinas da artista. “Should’ve Said It” é um tema bem marcante com um toque dramático, que mais uma vez explora os agudos nos vocais e com essência latina (que lembra a sonoridade de músicas de Carlos Santana).

“My Oh My”, já revelada como single, também traz a essência latina de Camila misturada com Pop e ainda o Hip Hop, trazido por Da Baby que participa da faixa.

A outra canção que explora bem a latinidade de Camila e tem a mesma pegada da música “Havana” do álbum anterior, é o dueto com Shawn Mendes, “Señorita”. O duo do casal, se tornou também um grande hit. Para se ter uma ideia do sucesso, “Señorita” é a música mais executada no Spotify em 2019 com mais de 1 bilhão de streamings e seu clipe é o 19º mais curtido no You Tube neste ano.

Camila Cabello com Shawn Mendes

Uma grata surpresa é a envolvente faixa “Liar”, inspirada no namoro de Camila com Shawn Mendes. O Saxofone, junto com batidas que lembram batuques feitos pelo corpo, faz com que ela não seja uma canção óbvia. Sem esses elementos, seria apenas mais uma canção pop entre tantas.

Destaque também para outras duas canções, que trazem uma Camila romântica e emotiva. “Fell It Twice” é uma linda música, com uma interpretação calma e emocionada da cantora, digna de um Diva Pop e com um belo arranjo de cordas. “This Love”, tem uma guitarra bem marcada se combina muito com a voz de Camila que usa agudos muito bem colocados. Uma das melhores músicas do álbum.

E o disco fecha com chave de ouro, através de “First Man”, onde Camila usa sua voz de maneira mais suave ao falar do primeiro amor de uma garota. Uma faixa emocionante, sensível e leve que toca nosso coração, com sua letra e seu arranjo com direito a Piano e tudo.

“Romance” em alguns momentos lembra um pouco o álbum de estreia de Camila Cabello, porém a maior parte do novo trabalho traz um Pop Rock que ainda não tinha sido explorado por ela e também se aprofunda mais nas referências da Música Latina e da origem da própria artista.

Camila soube fazer um disco bem intenso e experimentar novas sonoridades e caminhos para sua arte, imprimindo sua própria identidade musical e deixando sua marca na Música Pop Mundial. Um álbum coeso, cheio de personalidade e canções que conversam muito entre si.

Vemos também a impressionante maturidade vocal de Camila Cabello, que está usando sua voz cada vez melhor e explorando diversas nuances.

Assim como Camila Cabello disse, é um disco sobre “amor intenso, se apaixonar e coração partido”.