Misturando Pop com Funk, Luísa Sonza lança a tão aguardada “Braba” que vai conquistar o país todo.

A música ganhou um clipe dirigido por Jacques Dequeker em conjunto com a própria Luísa. Na produção, a cantora vive uma stripper muito sexy que arrasa os corações e muito cheia de atitude vive a vida da maneira que quer , sem baixar a cabeça pra ninguém e que acaba sendo presa.

fb_img_15845838356811024639913340678261.jpg

Para o vídeo, Luísa se inspirou no musical da Broadway (e filme) “Chicago” que conta história de duas mulheres (Velma e Roxie) que matam seus companheiros e trabalham na noite. E vale lembrar um detalhe contado pela própria cantora, “A Luísa do clipe está disfarçada de stripper para matar os homens. Por isso que ela vai presa. Mas ela também mata os policiais. Resumindo: ela é uma assassina. Ponto. Ela, na verdade, não é uma stripper. Está se passando por uma”. Ela ainda diz porque no clipe, isso não ficou explícito, “Entenda como quiser. Eu gosto que as pessoas possam interpretar o que quiserem. Essa é a minha interpretação do vídeo, de forma muito sutil”.

Uma curiosidade, para Luísa ficar mais a vontade ao gravar o clipe com trajes pequenos, houve uma tática muito bacana. “Os atores todos eram gays. Isso era muito legal para mim. A gente se dava super bem, passava o tempo brincando. Eles fazem o tipo hetero no clipe, mas todos eram gays. Foi uma vibe muito tranquila, todo mundo muito amigo nos bastidores”, conta a artista.

 

Fotos: Roberto Trumpauskas

O single é o primeiro após a era do álbum “Pandora” e em breve teremos mais novas faixas, inclusive com parcerias internacionais. Luísa Sonza esteve recentemente nos EUA para trabalhar com produtoras como Bibi Bourelly (Demi Lovato, Rihanna) e Niomza (Ariana Grande). Inclusive para o próximo disco, a cantora já compôs cerca de 10 canções e Sonza está aproveitando o tempo em casa (por conta da pandemia do Corona Vírus) para compor mais.