A cantora Ludmilla nascida em Duque de Caxias, Rio de Janeiro em 24 de Abril de 1995, já aos oito anos cantava em festas de família junto ao grupo de pagode do padrasto. Começou a carreira com o nome Mc Beyoncé em homenagem à diva pop e começou a postar vídeos no You Tube. Em um dia durante uma festa ao descobrir que faltava uma cantora, subiu ao palco e foi sucesso perante o público da noite e a partir daí começou a ser chamada para cantar em festas.

Apoiada pelo tio, em 2012 sua música ‘Fala Mal De Mim’ foi vinculada ao You Tube e alcançou cerca de 15 milhões de visualizações, assim ficando conhecida, o que resultou em um clipe para a música. Quem não se lembra do refrão ‘Não olha pro lado, quem tá passando é o bonde. Se ficar de caozada, a porrada come’? Depois outros funks foram sucesso como Se eu Descobrir’ e ‘Fiu Fiu’.

Após se desentender e romper com seu empresário, a funkeira mudou seu nome artístico para Ludmilla em 2013, o que foi anunciado em 6 de Julho. Tudo isso devido ao rompimento com o empresário Mc Roba Cena, que se dizia o dono da marca Mc Beyoncé. Seu primeiro single com novo nome foi ‘Sem Querer’ em Janeiro de 2014 e no dia seguinte seu clipe foi posto no ar, tudo isso após assinar contrato com a Warner Music para seu primeiro disco. Foi a vencedora neste ano do prêmio Radio Music Awards Brasil de maior revelação.

Foto: Facebook

Seu primeiro álbum ‘Hoje’, mesmo nome de sua música mais famosa, foi lançado em Junho de 2014, junto ao single homônimo que também ganhou clipe. No começo de 2015 o single ‘Te Ensinei Certin’ também foi lançado. Tudo isso foi seguido ao lançamento dos singles ‘Não Quero Mais’ e ’24 Horas Por Dia’ e seus respectivos vídeos. Neste primeiro trabalho participaram os cantores Buchecha e Belo, nas canções ‘Tudo Vale A Pena’ e ‘Não Quero Mais’, respectivamente.

Em 2016 fez duas participações especiais em músicas de outros artistas. Primeiro foi ‘Não Me Toca’ do cantor sertanejo Zé Felipe e ‘Melhor Assim’ com Mc Biel. Em Junho foi lançado ‘Bom’, o primeiro single do segundo disco da cantora e que claro, ganhou um vídeo cheio de coreografias e sensualidade. Depois foram lançadas mais duas músicas de trabalho, ‘Sou Eu’ e ‘Abstinência’ com participação de Filipe Ret. Ela venceu neste mesmo ano o prêmio Geração Glamour de melhor cantora. Em 21 de Outubro, estreava o segundo CD da cantora intitulado “A Danada Sou Eu” pela Warner Music.

Foto: Facebook

2017 foi marcado pela primeira parceria internacional. Além de participar do single “Você Gosta Assim” da cantora brasileira Gabily, Lud também gravou com os astros de Porto Rico, Zion y Lennox no remix de “Otra Vez”. Grandes canções também apareceram no cenário músical, na lista “Rainha” com o cantor português Virgul, o single “Solta a Batida” o feat com Thiaguinho “Só Vem”, o sucessos “Não Encosta” e “Jogando Sujo” e a campeã de execuções em rádios, “Clichê” em parceria com Felipe Araújo.

A funkeira em 2019 realizou um grande sonho, o de lançar seu primeiro DVD Ao Vivo chamado “Hello Mundo” gravado em 15 de Fevereiro no na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro. O novo projeto que trás sucessos da carreira de Lud, músicas inéditas e o cover de “Halo” da Beyoncé (autorizado pela própria), também teve participações dos grandes artistas nacionais Anitta, Léo Santana, Ferrugem, Simone e Simaria e Jão. Pouco depois, mais uma vez Lud gravou com Anitta, desta vez ao lado do astro internacional Snoop Dogg. “Onda Diferente” além de fazer muito sucesso, causou polêmica pois a letra faz clara referência à maconha, algo que não atrapalhou em nada o amor do público pela faixa.

Em Junho, Lud assumiu sua bissexualidade e o namoro com a dançarina Brunna Gonçalves. O ano foi marcado também pela vitória da artista ao lado de Di Ferrero do reality show “Show Dos Famosos” do programa da Globo, “Domingão do Faustão” onde os competidores se caracterizam de outros cantores e se apresentam como eles.

Em Novembro, mais um hit polêmico chegou e mais uma vez o mesmo motivo, referência à maconha. E nada abalou o sucesso nas paradas de sucesso de “Verdinha”. Em Dezembro, Ludmilla mostrou seu lado romântico, ao se casar com Brunna de surpresa. Isso mesmo, nem a noiva sabia, mas na festa de aniversário de Ludmilla, veio o pedido e em seguida teve uma cerimônia planejada em segredo. Uma surpresa muito linda.

Agora em 2020 o sucesso da funkeira não para de crescer e no Carnaval ela lançou sua tão aguardada parceria com Ivete Sangalo, a animada “Pulando Na Pipoca”. Depois Lud explorou mais uma faceta, a de apresentadora do programa Só Toca Top de Verão, ao lado de Mumuzinho. Ela simplesmente foi muito bem e o público adorou, resultando em um ótimo ibope para a atração.

Foto: Rodolfo Magalhães

Ainda em 2020, a artista lança no dia 24 de Abril um EP inteiro de Pagode com seis músicas pela Warner Music e que foi gravado em Dezembro do ano anterior. O nome do trabalho é “Numanice”.

Considerada a artista negra mais seguida no Instagram, com mais de 12 milhões de seguidores, Ludmilla possui grande alcance vocal, é carismática, talentosa e trás as músicas que o povo quer escutar e sempre com muita qualidade. Sempre preocupada com os detalhes de roupa, de palco e com sua voz seus shows empolgam plateias e são grandes êxitos.

Ela mostrou que veio para ficar e ainda vai conquistar muitos mais fãs e mais prestígio no mundo da música.