Edi Rock usa sua arte pra protestar com brilhantismo através da canção “Vidas Negras”.

A música ganhou um clipe muito necessário, contra o racismo e para pedir justiça. A produção começa com a notícia do assassinato do adolescente João Pedro durante uma operação policial e depois mostra diversas cenas de manifestações e casos famosos como o de Marielle Franco e do americano George Floyd. A letra da canção também aparece na tela junto a imagem do cantor.

O mais legal é que todo valor dos royalties do clipe será destinado a CUFA (Central Única das Favelas).

A música já estava escolhida para o novo trabalho do cantor, que enxergou no atual momento onde o mundo se mobiliza pela causa racial, uma boa razão para adiantar o lançamento. Segundo Edi, “Comecei a trabalhar no meu novo álbum ‘Origens – Parte 2’ no ano passado e agora vejo que esse é o momento de compartilhar uma parte do que tem sido desenvolvido. Nada mais oportuno, já que o momento de ataques contra o povo negro pede posicionamento e atitude. No meu caso através da música, através do rap”.

Através de uma letra contundente e muito bem escrita, Edi dá seu recado ao expor a violência sofrida desde sempre pelo povo negro e fala da força e resiliência que é preciso ter para encarar a realidade desigual e violenta.

Edi Rock também diz “Espero que a música seja instrumento de inspiração, mobilização e ação. A luta é contínua, não se calem. Vidas negras importam”.

Que todos façamos das palavras de Edi, as nossas e que possamos contribuir para a luta contra o racismo e que possamos ter um mundo mais justo e igualitário. A gente não pode mais admitir tanta violência e preconceito. Vhega!