Entrevista e Texto por André Rossanez

Guga Nandes, uma das maiores apostas do Pagode, lança o single “Presentinho” e seu primeiro DVD Ao Vivo “Pra Não Desgrudar’ gravado no Rio de Janeiro e com participações de Suel, Vitão, Mumuzinho e Gabily. A direção é de Júlio Loureiro.

A faixa “Reticências” gravada com a participação de Suel, já conta com mais de 800 mil streams no Spotify, mais de 4 milhões de visualizações no Youtube e é a mais tocada nas principais rádios do Rio de Janeiro. E o cantor vêm chamando atenção por sua qualidade vocal e música boa. O sucesso é tanto que ele viu seus vídeos serem compartilhados por grandes cantores como Vitinho , Lucas Morato e Dilsinho.

Além de cantor, Guga é compositor e suas composições já foram gravads or grandes nomes como Ferrugem, Príncipe, Chininha, Dilsinho e Arlindinho.

screenshot_20200824-181038~22238186482626783883..png

O Portal Me Gusta teve o privilégio e a felicidade de entrevistar mais uma vez o Guga Nandes por telefone para falar de single novo, DVD, carreira e música. Fique por dentro de tudo que conversamos com Guga na íntegra:

Portal Me Gusta: Como surgiu a música “Presentinho”?

Guga Nandes: Essa música surgiu num momento meio conturbado, eu tinha acabado de sair de um relacionamento e tava conhecendo uma pessoa e essa palavra (Presentinho) veio na minha cabeça e na hora resolvi pegar o violão e compor. É uma canção que até me surpreendeu porque assim, ela saiu em 15 minutos e foi muito rápido, uma coisa muito como se fosse um suspiro mesmo e é uma música que tenho um carinho muito grande, apesar de não ter dado certo esse relacionamento e tô muito feliz com essa canção. Tenho um carinho muito grande por ela.

Me Gusta: “Presentinho” foi a última música divulgado do projeto “Pra Não Desgrudar”. Como foi escolher o repertório do novo DVD?

Guga: Foi muito complicado escolher, porque eu sou uma pessoa que sou muito chata pra escolher música, muito complicado. Mas eu acho que tenho que ser, porque música é uma coisa que parte do coração e quando a gente tem o sonho de viver de música, tem que escolher a música certa e que te faz feliz. Tem música que acaba sendo um hit, tem música que não. Eu sou uma pessoa que além de escolher, gosta muito de ouvir e entender o que o produtor pensa sobre a música e o que a gravadora acha da música. Gosto muito de ouvir e entender. E fiquei muito feliz por ter músicas minhas, sabe? Tem muitas composições minhas nesse projeto. E fiquei feliz por gravar essas músicas que fiz no meu DVD, e muitas vezes eu achei que essas canções iam pra outros artistas. Foi bem difícil, mas foi muito prazeroso.

Me Gusta: Você faz algum tipo de preparação antes de gravar o DVD, ou antes do show, ou algum ritual antes de entrar no palco?

Guga: Sempre aquecer minha voz bastante e entrar num clima muito de concentração. Sou um cara que fica tranquilo até falarem pra mim “Guga falta 10 minutos”, Não fala a hora pra mim não, se não começa a me dar um nervoso. Ai depois no palco vem a calmaria e eu me sinto  em casa. Costumo orar também, fazer minhas orações e agradecer a Deus ela oportunidade de estar cantando e fazendo o que eu amo, não sei fazer nada na vida além de cantar e compor, fazer música. Sempre costumo fazer isso.

screenshot_20200824-181016~28018816751043720698..png

Me Gusta: Como foi escolher as participações especiais do DVD?

Guga: Foi bem bacana, porque Suel e Mumuzinho são artistas que posso dizer que são influências do Pagode pra mim. E eu pude pegar umas referências com o Suel, e a história que ele tem no Pagode e um cara que tem uma voz fenomenal. E o Mumuzinho, já falar por si só. Um cara completo e que é referência pros que estão começando assim como eu. E o Vitão e a Gabily vieram justamente pra diferenciar, dar uma quebrada e justamente mostrar um pouco do Guga Nandes, o outro lado do Guga que é esse lado eclético. Por que eu costumo pegar um pouco de diversos estilos e trazer pra mim. Então eu escuto de tudo, escuto Rap, escuto MPB, Gospel, escuto de tudo e trago as referências pro meu som e pra minha verdade.

Me Gusta: Durante a faixa “Presentinho” no DVD, você desceu do palco e cantou no meio do público, tendo contato direto com todos. Como foi esse momento pra você?

Guga: Foi um momento que posso dizer que foi bem marcante, porque sai da minha zona de conforto. Estar alí no palco é uma coisa que a gente já sabe como funciona e como é. Mas descer do palco, cantar com o público, sentir o calor da galera ali e cantar pra todo mundo bem perto de mim, foi uma sensação inexplicável, foi realmente trazer o público mesmo pra mim. E essa música tem muito disso, uma música de amor, uma coisa leve e uma música que fala de várias áreas, tanto de relacionamentos, como de um pai ou uma mãe cantando pro seu filho, pra alguém que é seu ‘presentinho’. Tem muito disso.

fb_img_15983030265175479818592046027669.jpg

Me Gusta: Como está sendo esse momento de quarentena, em que se tem de se reinventar e se adaptar a tudo isso?

Guga: Esse momento de quarentena, tento ao máximo usar pra organizar meus pensamentos, colocar meus pensamentos no lugar e exercitar em casa mesmo. Porque em casa vem essa ansiedade e a gente só pensa em comer. E tô tentando sempre manter a calma e a paciência, pra não deixar a ansiedade me dominar. Mas eu tô ansioso pra que tudo isso acabe logo, volte ao normal e que eu possa sentir o calor do público de novo e voltar para aquela velha rotina tão bacana.

Me Gusta: Como se dá seu processo de composição e suas inspirações?

Guga: Compor pra mim, é uma coisa muito orgânica. Gosto de compor de forma orgânica  e não de forma mecânica e de ‘tenho que compor agora’. Eu prefiro sentir, que tenho que pegar o violão e sentir que realmente eu preciso colocar alguma coisa pra fora, que tem uma coisa muito boa que tá acontecendo dentro de mim e não consigo explicar e quando eu puxo uma melodia no violão as coisas começam a sair e começo a me expressar em forma de música. Eu sou uma pessoa que sou muito difícil de me expressar, me considero uma pessoa um pouco tímida, pouco fechada, mas quando falo de música e pego o meu violão e tento  colocar todo meu sentimento, acaba saindo essas canções que graças a Deus, têm alegrado as pessoas e que a galera tem gostado bastante.

Me Gusta: Como está sendo a repercussão do novo DVD?

Guga: Apesar de não saber na rua e nos shows como é que está, se a galera vai cantar quando tudo isso acabar e eu cantar a minha música, tem sido muito positivo. Pelas redes sócias as pessoas tão gostando, tão me elogiando e me seguindo, me acompanhando. Tenho tido bastante seguidores através desse projeto, não só o público, mas no meio artístico também, e no Pagode muita gente tem falando super bem e elogiando bastante. E tem Dilsinho, Ferrugem e outros cantores que estão mais perto, próximos de mim, acreditando em mim e muitas vezes me pedindo composições e pra gente compor junto. Tudo isso tem me deixado muito feliz.

12746_guga-nantes1-jpg2080119774113415805.jpg

Me Gusta: Dentro do que puder adiantar e dentro das limitações da quarentena, o que podemos esperar dos próximos passos e divulgação do novo DVD?

Guga: A gente tem conversado bastante sobre esses próximos passos. E a galera pode esperar uma coisa bem legal que a gente tá preparando, principalmente com essa música “Presentinho”. Vem algo muito  bacana e a galera pode esperar muita novidade legal, porque a gente não para por aí não.

Relembre: A primeira entrevista do Portal Me Gusta de Março/2020 – https://portalmegusta.com/2020/03/21/me-gusta-entrevista-guga-nandes/