Filipe Ret lança “Cidade Dos Anjos” com uma história baseada na realidade, com alusão à primeira vítima de Covid-19 no Brasil.
O clipe da canção tem quase dez minutos e com ares cinematográficos usa a música composta apenas pela sonoridade acústica do violão, sem o beat predominante do rap, para contar uma história cheia de diálogos entre os personagens Tereza, Maria e João, que levantam importantes questões sociais e trabalhistas recorrentes no país. A direção é de Samuel Costa com roteiro de Ayana Amorim e Juliana Jesus.
A produção conta a trágica história de Tereza, uma empregada doméstica de meia-idade que mora em uma comunidade e que trabalha para sustentar a família. Com falta de opção, ela não pode largar o trabalho em tempos de pandemia e isso ajuda a infelizmente acontecer terríveis consequências para sua vida, assim como aconteceu com muitas famílias. O vídeo também extrai a veracidade da luta de classes no Brasil.

Sobre o vídeo em que ele não aparece, apenas os atores, Filipe conta “Tive a sorte de encontrar a equipe ideal para o projeto. O Samuel (diretor) deu forma para a história e elegeu as roteiristas (Juliana e Ayana) e o elenco com muita sensibilidade e representatividade. Ele superou os clipes tradicionais e conseguiu transmitir a mensagem com profundidade, beleza e esperança. No resultado eu vi que o meu sentimento germinou através do trabalho da equipe. É sem dúvidas o projeto audiovisual mais especial da minha carreira”.

Ele falou também da duração da produção. Segundo ele, “Eu até tentei diminuir um pouco, mas as roteiristas, Juliana e a Ayana, conversaram comigo e defenderam os propósitos de manter o tamanho da história. E aí, quem era eu para cortar a fala e a representatividade de mulheres pretas nessa história?”.

fb_img_15989185713327507920294494630313.jpg
Segundo o diretor Samuel Costa, o holofote está virado para que as pessoas caiam em si e abram os olhos para as coisas que estão acontecendo ao nosso redor. “Esse foi o nosso ponto de partida para dar vida a essa história. É sobre reconhecer quem são os anjos que estão aqui na Terra, se sacrificando pelos outros, o que vai muito de encontro com a letra da música. Espero que as pessoas reflitam, reconheçam seus privilégios e pensem quais são as suas contribuições para o mundo”, afirma.

Ret que sempre vem mostrando uma postura de questionamento e mudanças de paradigmas, procura levantar discursos de questões raciais, humanitárias e trabalhistas. “Eu, como rapper branco, reconheço e admiro que o gênero que eu escolhi para ser a minha arte é do povo preto. Nós brancos temos que ter essa consciência, temos que enaltecer essa cultura tão rica em musicalidade e ancestralidade e levar visibilidade para esse tanto de vozes que já existem e merecem ser ouvidas por todos”, reflete o artista.

Elenco de “Cidade Dos Anjos”: Tatiana Godoy (Tereza), Ayana Amorim (Maria), João Victor Ferreira Lima (João), Melissa Affonso (patroa) e Thais Helena da Silva (Filha).

https://www.youtube.com/watch?v=IoelYNd0-xI