A cantora Tini se junta ao rapper John C na animada “Duele” com inspiração argentina e no Trap.

A canção ganhou um clipe muito divertido dirigido por Eduardo Casanova, onde Tini aparece com diversos looks e cabelos, cantando e dançando toda poderosa e linda acompanhada de dançarinas. E o rapper aparece cantando como uma obra de museu, enquanto ela dança em par feminino.

A cantora falou sobre dançar com uma mulher e não um homem. Segundo ela, “O Tango entre duas mulheres é a representação de que você não precisa mais do que você mesma pra progredir”.

A música sobre um amor não correspondido trouxe em seu arranjo começado por um belo e famoso Tango (a “La Cumparsita”), que se funde ao longo da faixa com Pop e principalmente Trap, assim trazendo um frescor novo ao trabalho de Tini, além de uma bela homenagem ao país de origem dela, a Argentina.

Sobre abrir o single com o clássico do Tango, Tini declara, “Eu queria experimentar um gênero que representasse nós argentinos. Como antes introduzi o Reggaeton e a Cumbia, quis animar com um Tango”.

E a respeito da participação de John C, a artista diz “Queria experimentar e incentivar outra nuance vocal. Cada música apresenta um desafio diferente tanto na parte vocal como no conceito estético do vídeo”.

Tini aproveitou pra desmentir um boato. As más línguas indicam Danna Paola como pivô pro término do namoro de Tini e Sebastián Yatra e como nesta faixa tem uma frase com a expressão ‘mala fama’ (má fama) que é o nome de uma canção de Danna, muitos especularam que era uma indireta. No lançamento, Tini disse que a canção foi escrita há mais de um ano e ainda revelou “A canção não faz alusão a ninguém em particular. Nem sempre os temas têm um destinatário”. Assim dando um basta em todo esse tititi.