Uma das cantoras de Rap mais promissoras do país, Bivolt acaba de ser indicada a um dos prêmios mais importantes da música latina e do mundo, o Grammy Latino.

Nesta edição, a de número 21 da premiação, a artista concorre na categoria ‘Melhor Vídeo Musical Versão Curta’ com o single “Cubana”, lançado pela Som Livre. De todos os indicados nas 53 categorias, somente duas rappers mulheres figuram na lista (Nicki Minaj e Bivolt – única brasileira do segmento musical).

Bivolt contracena com Ona Silva – Fotos: Victor Balde

Emocionada, a rapper revela “A felicidade é enorme em ter meu trabalho reconhecido e indicado a uma premiação tão importante para a música! Vivemos em um país que nos machuca e desmotiva de diversas formas. Quando se é uma mulher periférica as perspectivas são baixas, as oportunidades são poucas, mas a coragem é muita! Lutei e luto todos os dias para conquistar o melhor dessa Terra, e ser reconhecida pelo meu trabalho é um sinal de que minha luta não é em vão! Só tenho muito a agradecer por hoje ter tudo o que tenho: minha música e quem acredita nela. Tudo isso é fruto de muito amor, muita gratidão e o mais importante, muito trabalho”.

O clipe de “Cubana”, foi lançado em Maio com ares cinematográficos e é cheio de muita ação, comédia, presença de mafiosos e final surpreendente, com inspiração nos filmes do diretor Quentin Tarantino. Com uma pegada pop e ares latinos, o vídeo foi criado para dar vida à personagem Cubana, uma mulher inteligente, extremamente atraente e dona de si, interpretada pela atriz transexual Ona Silva. A direção é de Gabriel Augusto e Quemuel Cornelius.

A cerimônia do Grammy Latino 2020, acontece em 19 de Novembro nos Estados Unidos, em Miami.