A banda icônica CPM 22 lança seu single “Oriente” com arranjo que remete à sonoridade do começo da carreira deles e ccom a mesma qualidade de sempre.

A canção composta pelo guitarrista Luciano Garcia, ganhou um lyric video com uma linda animação de Fernando Lamb, inspirada na cultura japonesa e que ilustra a letra. Uma verdadeira obra prima.

O novo hit traz influências do Punk Rock e Hardcore Melódico de nomes como Face to Face, No Use For a Name e Toy Dolls e vem, como diz o autor Luciano, ‘com uma pegada bem CPM 22’. Segundo o vocalista Badauí, “É uma música com uma pegada bem característica do Punk Rock dos anos 90 e bastante abertura de voz e arranjos que fazem ela crescer muito no refrão, além de um solo curto, mas matador”.

Ilustração de Jonas Santos (baseado na obra de Katsushika Hokusai)

A letra é bem pessoal e conta como Luciano conheceu sua namorada e como esse relacionamento se desenvolveu. Segundo ele, “O nome ‘Oriente’ é um duplo sentido porque o refrão diz ‘me oriente pelas estradas dessa vida” e porque minha namorada é japonesa. E isso aconteceu de maneira muito natural, as frases foram surgindo na minha cabeça’. E eu fiquei muito feliz e honrado com a interpretação do Badaui para essa música, principalmente, por ser uma história pessoal. Acredito que o fato de a mulher dele ter nos apresentado e nossa relação de amizade tenha influenciado na maneira de cantar a música como se fosse uma história dele”.

E Badauí ressalta, “Essa música é muito legal de interpretar porque a Ju, namorada do Luciano, é muito amiga da minha mulher e a gente que apresentou um para o outro. E também fala de coisas que todo mundo vive e sempre terá algo em comum com os relacionamentos de outras pessoas”.

Sobre a composição e sua bela inspiração, Luciano diz “Eu tenho um pouco de dificuldade de falar de sentimentos, só consigo nas músicas, e um dia eu estava caminhando e ouvindo “Cinema Mudo”, dos Paralamas, e quando ele canta “eu tenho que aprender a dizer tudo que eu sinto por você, eu tenho que aprender num desses seriados de TV” esse trecho me pegou. E eu pensei: tenho que escrever uma música para dizer tudo o que eu sinto por ela e não consigo falar. Herbert Vianna foi muito importante na construção dessa letra. Aliás, toda vez que eu estou travado para escrever uma letra, é só ouvir Paralamas que destrava. É impressionante como o Herbert consegue influenciar a gente a vida inteira”.

O CPM 22 é formado por Badaui (voz), Luciano Garcia (guitarra base/arranjos), Phil Fargnoli (guitarra solo/arranjos), Ali Zaher (baixo) e Daniel Siqueira (bateria).