Pabllo Vittar e Pocah lançam a tão aguardada “Bandida”, que vai agitar o Brasil todo.

Capa do single – Foto: Ernna Cost

A música ganhou um clipe com uma coreografia bafônica, bailarinos e as cantoras arrasando muito e curtindo a liberdade como solteiras em diversos cenários, inclusive numa sessão de bronzeamento artificial.

“Pabllo é uma amiga querida, temos muitas histórias juntas e essa parceria era uma vontade antiga nossa. Estou muito feliz em participar desse álbum dela, com uma música potente e que vai fazer todo mundo dançar. Agradeço o convite, é uma honra”, conta Pocah sobre sua participação.

Foto: Ernna Cost

A coreografia do vídeo foi criada pelo coreógrafo Flavio Verne, que se inspirou nas coreografias dos grupos de K-Pop. A mesma inspiração foi usada na construção de figurinos e cenários. E foi Flávio que junto a Pablo foi responsável pela direção.

Sobre a parte visual do clipe, roupas e fotos de divulgação da Deluxe Editon do álbum “111”, o talentoso Ernna Cost revela, “A gente quis trazer o máximo que a Pabllo pode oferecer, sabe? Não que isso seja tudo, mas o máximo para esse momento. A Pabllo é uma guerreira, ela é uma deusa, ela é muito poderosa, então a gente quis retratar isso e trazer um pouco da história dela, de onde ela veio”.

Foto: Ernna Cost

Pabllo revela que enquanto não sair a vacina da Covid não vai se apresentar em shows nem em formato Drive-In. Ela explica, “Eu acordo de manhã sabendo que ainda não tem vacina e é muito triste ver que governo também não faz quase nada pela população que mais precisa. Então, como eu vou subir num palco pra drive-in?”.

E sensata ela completa, “Primeiramente, para isso a pessoa tem que ter carro. Quem tem carro no Brasil? Não tem como eu subir num palco sabendo que tem um monte de gente que não está nem podendo trabalhar. Essa não é a energia que quero pra mim”.

Foto: Ernna Cost

Vittar ainda conta como está sendo esse momento de isolamento social, “Eu me sinto sem energia porque sou uma pessoa muito física, amo estar no palco, sentir a energia dos fãs porque isso me preenche. Mas, por outro lado, durante a pandemia eu fiquei muito mais próxima deles digitalmente e acabo os conhecendo mais. Agora que estou em casa, tenho mais tempo pra isso. Aliás, eu só consigo ter esse contato porque estou em casa”.

Foto: Ernna Cost

Sem dúvida a nova música é uma das melhores da carreira de Pablo trazendo diversas referências tanto na sonoridade como em expressão popular que dá título a canção.

Além de “Bandida”, a versão Deluxe do álbum “111” conta com mais uma música inédita e nove remixes de DJs diferentes e com participações.