O rapper Burna Boy lança a maravilhosa “Way Top Big” com ritmos africanos.

A canção ganhou um clipe dirigido por Meji Alabi e filmado entre Lagos e Londres. A produção é uma espécie de crônica da vida de Burna e mostra o cantor como um empresário, um artista e um lutador, lançando mão de sua característica visual e trazendo muita energia, atitude, vibração e swing.

Foto: Nicolas Gerardin

Este é o Este é o quarto vídeo do álbum “Twice As Tall”, que estreou na lista de álbuns da Billboard em primeiro lugar mundialmente. Sobre o disco, o cantor revela “É um álbum que fala de um período da minha vida. É um trabalho sobre a luta por liberdade. Um álbum sobre a vida como um todo, a vida real, as coisas boas e ruins, os momentos felizes, tristes, e aqueles foram memoráveis”.

O projeto somou, em apenas uma semana, mais de 14,8 milhões de streams nos Estados Unidos, rendendo a Burna Boy a marca de 400 milhões de execuções globais até hoje.

A crítica mundial elogiou muito este trabalho. O New York Times, por exemplo, classificiu o cantor como “um líder em meio a abundância do pop africano”. Já o The Guardian, diz que álbum posiciona a música africana no século XXI ao usar sons contemporâneos em melodias e ritmos tradicionais.

Foto: Divulgação

Gravado principalmente em Lagos, na Nigéria, “Twice As Tall” traz uma variada mistura de sonoridades em 15 faixas, 11 produzidas por produtores nigerianos. As faixas trazem raízes africanas fortes e reais, que se mesclam com um som contemporâneo que conversa com todas as raças e nações, trazendo mensagens necessárias.

Burna Boy (Por Assessoria de Imprensa)

Damini Ebunoluwa Ogulu Rex, conhecido artisticamente como Burna Boy, começou a se envolver com música ainda na infância. Burna é reconhecido pela sonoridade carregada de influências africanas, com letras fortes, celebrando o flow característico de um artista performático em plena ascensão.

Foto: Divulgação

Burna Boy lançou o primeiro trabalho em 2009, com a missão de levar a música africana e suas raízes para todo o mundo. Desde então, coleciona diversos hits nos charts globais, como “On The Low”, “Ye” e “Anybody”, além de colaborações com Major Lazer, Dave, Stormzy e, mais recentemente, Sam Smith e Beyonce, no projeto “Black Is King”.

Com quatro álbuns lançados, Burna Boy atingiu o #1 na Billboard com “African Giant”, que se tornou o disco de um artista africano mais ouvido da história, ultrapassando a marca de 1 bilhão de streams globais. Burna recebeu dois BET Awards como “International Act”, além indicações ao BRIT Awards e ao Grammy. Recentemente o artista foi capa da revista NME e da The Guardian Weekend.