08 de Janeiro, é dia de lançamento do single “SAMU”, a parceria de Léo Santana e Vitão. Uma música alto astral, contagiante e dedicada as mulheres.

Um dia antes do lançamento do certeiro hit que mistura o Pagodão com o Pop e o Trap, os cantores uniram a imprensa para uma coletiva online pelo aplicativo Zoom.

Foto: Elektra

Eles contaram detalhes da música em conjunto, falaram da mistura de ritmos e inclusive adiantaram novidades para 2021. O Portal Me Gusta fez parte deste momento tão especial na carreira deles e você vai ficar sabendo o que eles contaram a seguir.

Curiosidades Sobre o Clipe

Bem no começo da coletiva foi perguntado para os artistas se teve alguma situação engraçada ou curiosa durante as gravações do clipe de “Samu”.

Segundo Léo, “Uma coisa engraçada que os câmeras às vezes não estavam conseguindo enquadrar o meu tamanho com o tamanho do Vitão. E eles pediam para o Vitão ficar um passo à frente de mim pra enquadrar melhor”.

Já Vitão relata, “Foi bem rápido na verdade o clipe. Acho que a situação curiosa e inusitada pra mim, é que foi um clipe que gravei e que começou e terminou exatamente na hora que estava no cronograma. Foi pontualíssimo. Foi a primeira vez que isso aconteceu na minha vida num clipe”.

Mistura de Ritmos e Estilos

Léo contou que esta música é uma mistura de ritmos e que isso é algo que diversos artistas vem fazendo. Ele endossou, “Acho que o especial dessa música é isso, a mistura do Trap e Pop com o Pagodão, uma mistura que geralmente nosso segmento edo Pagodão não costuma usar e pôr em prática em shows, e a gente teve essa ousadia. Acho que vai agregar muito e abrir a cabeça de muitas pessoas”.

Vitão completou dizendo que acha que esse casamento de ritmos agrega em riqueza musical e artística. E reforçou, “Acho que é uma música que vai ter muita força no Brasil inteiro, principalmente no Nordeste. É a primeira vez que tô cantando um Pagodão Baiano. Para mim vai ser uma nova abertura de portas na minha carreira”. Vitão também acha que mesmo sem ter um Carnaval físico, onde as pessoas possam se juntar, o novo hit vai ficar fortalecido durante Carnaval.

Léo também disse que o single tem muito haver com verão, por ser uma música dançante, pra cima e coreografada, além de ter uma letra bem divertida bem direta às mulheres.

Capa do single “SAMU” – Foto: Elektra

A Parceria

Léo contou que o fato dos dois serem da mesma gravadora, a Universal Music, facilitou que acontecesse a parceria. Contou também que sempre acompanhou a carreira de Vitão e sempre curtiu suas músicas.

Sobre o convite, Vitão revelou “Pra mim receber o convite foi muito inusitado, e eu não esperava por a gente ainda na época, não ser tão próximo tanto pessoalmente e como musicalmente. Serviu para unir a gente como pessoa e como amigos e também musicalmente. Depois disso me aproximei mais musicalmente do Léo e o Léo se aproximou musicalmente do que eu faço. E a gente criou até um novo caminho musical”.

Vitão ainda revelou que a música foi feita já sabendo que seria uma parceria com o Léo e pensando na pegada do Pagodão e do Axé com o Pop.

Léo revelou também que gostou muito da música, inclusive pelo fato dela contar uma historinha e ter um refrão fácil. Contou também que sempre foi um cara tranquilão e que após conhecer o Vitão, aprendeu a ser ainda mais zen.

Composição de “Samu”

A letra de “Samu” é uma composição do próprio Vitão. Ele contou um pouco sobre a criação, “Acho que a letra que escrevi é um negócio muito autobiográfico, como todas as minhas músicas têm sido. Então pra mim se tornou uma parada muito verdadeira. A gente está cantando muito uma coisa que é a minha vida, que eu tenho passado e que acho que o Léo já passou e se pá, todas as pessoas do mundo passaram. Aquela parada de ir se apaixonando sem querer se apaixonar e de falar não, e ter resistência, até que quando você vê já tá mergulhado até a cabeça”.

Ele falou também sobre o cuidado de falar sobre a mulher sem ser machista e com delicadeza. “Como compositor nessa música, eu uso muito a minha linguagem pessoal e sempre me acostumei a ter um jeito muito doce, não só em relação as mulheres, mas com todas as pessoas. Costumo ser sempre doce e cauteloso na maneira de falar e também na maneira de cortejar uma mulher. Mas sempre acostumei ser muito respeitoso, ainda mais nessa música, que eu fiz pensando na Luísa. Fiz essa música quando a gente tava começando a ficar e por isso, a letra fala dessa parada de não querer se entregar totalmente ao amor, mas o amor acabar te engolindo. Foi muito isso”.

Público LGBTQIA+

Tanto de tão como Léo já cantaram com artistas LGBTQIA+ e artistas que representam esta comunidade. Eles falaram um pouco sobre o carinho que recebem deste público.

“Sou grato total, porque fui sempre muito respeitado e querido isso é notório e recíproco. Até mesmo pelo meu modo artístico que atrai eles muito. E fico feliz porque vive nesse mundo desde sempre, onde frequento, por onde ando e de onde sou, é meio natural saber lidar e respeitar as pessoas, em gênero, orientação e em modo geral”, contou Léo.

Já Vitão revelou, “Sempre percebi um carinho muito grande da comunidade por mim e por minha música. Acho que por ser sempre acostumado a falar de amor. Acho que a minha palavra musical central e a mensagem que sempre procurei levar nas minhas músicas, foi realmente a mensagem do amor e falar de amor. E acho que o que essas pessoas mais gostam e mais precisam ouvir, é isso de tanto desamor que tiveram ao longo da vida. E ouvir sobre o amor é muito reconfortante. Sempre os recebi no camarim dos meus shows e sempre foi um carinho muito grande”. Ele ainda ressaltou que ter gravado com artistas como Luísa Sonza e Anitta que representam muito a comunidade, fortaleceu ainda mais esse laço e que ele fica muito feliz com isso.

Léo Santana ainda aproveitou para revelar mais uma parceria que vem por aí e que tem muito a ver com o público LGBTQIA+. Ele revelou, “A gente já gravou a música, falta só o clipe que ainda vamos gravar esse mês. gravei uma música com Malía, que por sinal é uma música, desculpa a expressão, é muito foda também. Ela me convidou e de fato aceitei e já venho acompanhando o trampo dela pela internet e vi como ela é talentosa”.

Léo e Vitão durante a Coletiva Online

Novidades

Os cantores também revelaram um pouco do que podemos esperar de suas carreiras em 2021.

“Tenho essa música com a Malía que creio que ela vai lançar em Fevereiro ou Março e o clipe vai ser gravado em Janeiro, mas a data de lançamento ainda não sei. E já tenho algumas outras músicas gravadas. Eu tenho um projeto de PagoTrap todo gravado, mas não sei quando lançar. trabalho tenho um monte, só falta logística de lançamento”, conta Léo Santana.

Já Vitão contou, “Eu ao longo desse ano fiz muita coisa nova, escrevi muita música. Sempre escrevi muito e nesse ano produzi em casa também e fiquei solto fazendo um monte de coisa. Meio que fiz uma coletânea desse ano passado para lançar um disco agora em 2021. Já tô planejando os primeiros singles do disco e tem muita coisa nova. A princípio vai ser um disco bem grande, com bastante coisa. Tô cheio de conteúdo”.

Foto: Elektra