Um dos maiores nomes da música brasileira, Alceu Valença está em quarentena por quase um ano e fez deste um momento bem produtivo.

Ele aproveitou para tocar violão em casa como nunca tinha feito antes. A partir disso (e de algumas lives), o artista elaborou um repertório com cerca de trinta músicas, entre sucessos, tesouros escondidos e músicas inéditas. Com as canções selecionadas e cumprindo todos os protocolos de proteção, Alceu foi ao Estúdio Tambor (Rio de Janeiro), com o produtor Rafael Ramos, para registrá-las.

O resultado são três álbuns que j estão prontos. E o mais bacana, aí vira um quarto. Nos novos projetos, o cantor de 74 anos ressurge em sua essência: voz, violão e composições. O primeiro disco, “Sem Pensar no Amanhã”, será lançado em todas as plataformas digitais no dia 12 de amarço, pela gravadora Deck Disc.

E foi uma das faixas, “Sem Pensar no Amanhã” que deu nome ao álbum. Um samba inédito da nova safra de composições de Alceu Valença. Neste primeiro lançamento, o artista também recria temas como “La Belle de Jour”, “Táxi Lunar”, “Ciranda da Rosa Vermelha”, “Estação da Luz” e “Marim dos Caetés”, entre outras.

Já estamos ansiosos pra ouvir todo esse material incrível, dividido entre todos esses discos. Com certeza z será extraordinário.