Dia 1 de abril chegou e Rionegro e Solimões completam 32 anos de carreira. Eles juntaram no Dia da Mentira, mas são uma das maiores verdades da música sertaneja.

Com muito suor, talento, empenho e carisma a dupla ultrapassa três décadas, colecionando muito hits e esbanjando engajamento digital, irreverência e contemporaneidade.

Foto: Marcos Hermes

Não podendo fazer shows e nem eventos públicos devido à pandemia, os amigos tiveram que inventar maneiras para poder celebrar a data. Foram criadas diversas ações e interações no Instagram. “Lá soltaremos um vídeo contando toda a trajetória da dupla e nos stories faremos uma série de enquetes divertidas”, comenta Rionegro.

Já Solimões chama a todos pra coem“Nossa perspectiva era de soltar um novo produto. Porém, nesse período as coisas estão um pouco mais complicadas. Então, fica em casa e acessa instagram.com/rionegroesolimoes e muintokiben”, completa Solimões.

Em 2020 a dupla já tinha se reventado e de forma remota, lançou uma série de bons produtos no mercado fonográficos. Além das diversas lives executadas com maestria no YouTube oficial, Rionegro e Solimões apresentaram os EPs Só Lembranças 1, 2 e 3 – sendo a quarta parte do projeto lançado em 2021.

Foto: Lello Teófilo

“Tivemos a sacada de eternizar as lives de 2020 em um projeto concreto, Só Lembranças – Acústico. Pinçada com todo o cuidado e carinho, a transmissão escolhida para dar forma a este conteúdo foi a realizada no dia 25 de abril de 2020”, comenta Solimões.

“Entre todas, foi uma das que mais gostamos de fazer. Como o nome diz, reuniões os principais modões que ambientam o nosso universo. E todos foram executados no formato intimista e acústico. Nada mais justo do que carimbar para as futuras gerações esse momento tão atípico da nossa estrada”, analisa Rionegro.

Comemorando 32 primaveras, os sertanejos agradam desde a criancinha que começa a descobrir as notas musicais até as pessoas que alcançam a melhor idade. Não tem uma faixa etária específica para gostar de clássicos populares como “Peão Apaixonado”, “Frio da Madrugada”, “A gente Se Entrega”, “De São Paulo a Belém”, entre tantas outras canções que marcaram e ainda marcam a vida das pessoas.

Foto: Lello Teófilo

Quem nunca cantou uma melodia dos artistas em um karaokê, que atire a primeira pedra. “Na Sola da Bota” é um desses clássicos do cancioneiro popular que está na boca de todos os brasileiros, de norte a sul do país. “A música foi lançada originalmente em 2003 e de lá para cá conquistou todos. É sucesso em festa de rodeio, festa de criança e até em casamento eu já ouvir tocar”, diverte-se Solimões.

Rionegro e Solimões alcançaram incríveis números no You Tube e só a o clipe de “Na Sola Da Bota” ultrapassa a impressionante marca de 25 milhões de views. “O povo publica vídeo dessa gravação ao vivo pelo celular de algum show nosso, de coreografia feita pelas criancinhas em festa infantil e até videoaula ensinando os acordes na gaita. Esse é o maior presente que um artista pode ter. Esse reconhecimento popular não tem preço”, analisa o primeira voz.

Foto: Lello Teófilo

Rionegro e Solimões completam 32 anos de carreira. Entre coletâneas e registros de sucesso, eles somam mais de 300 músicas gravadas, 19 CDs e 4 DVDs. Nestes anos, já subiram ao palco mais de 7.000 vezes, venderam mais de 13 milhões de cópias e bateram recorde de público em festas de peão. Como reconhecimento, receberam dezenas de discos de ouro, prata, platina e platina dupla. Em tempo: eles foram os segundos artistas nacionais a gravarem um DVD no Brasil.

“Ultrapassamos 3 décadas de estrada. O artista precisa ter a percepção do que está acontecendo na atualidade e se reinventar quando for necessário. Graças a Deus, meu parceiro e eu conseguimos ter esse olhar crítico e por isso estamos na ativa até hoje”, analisa Rionegro.

Foto: Marcos Hermes

32 curiosidades sobre Rionegro e Solimões:

1) Rionegro e Solimões são mineiros, nascidos em Claraval/MG

2) Os dois já formavam uma “dupla” bem antes da fama, quando trabalhavam em uma das fábricas de calçados de Franca (SP);

3) A dupla lançou seu primeiro LP no dia 1 de Abril de 1989, agora completa 32 anos de carreira – A mentira que se tornou verdade!

4) E por incrível que pareça, o primeiro DVD dos artistas também foi gravado em primeiro de abril.

5) Início da fama – O sucesso chegou em 1998, quando lançaram o sexto disco, pela PolyGram, obtendo uma vendagem de mais de 1 milhão de cópias. Destacam-se neste disco as composições “Falta você”, de Rionegro, “A gente se entrega”, de Pinóchio, “Tô doidão”, de Rionegro e Solimões, “Saudade pulou no peito”, de Rionegro e Domiciano, “De São Paulo a Belém”, de Pinóchio e Nilma e Frio da Madrugada de Pinóquio que logo se tornou um hit, além da regravação do clássico “Cuitelinho”, de domínio público, adaptado por Paulo Vanzolini e Antônio Xandó.

6) Em 1998, ainda, aumentou sensivelmente o número de shows, assim como o público presente em suas apresentações. Fizeram show em Brasília para mais de 80 mil pessoas. Divinópolis, em Minas Gerais, para mais de 70 mil. E em Americana – São Paulo, para cerca de 50 mil pessoas. Neste ano, a Festa do Peão de Americana registrou recorde de congestionamento no show da dupla.

7) A dupla fez o show de inauguração do Villa Country, em São Paulo, para convidados, artistas e imprensa em Julho 2002 e é considerada a casa mais importante da América Latina no segmento sertanejo.

8) Solimões é considerado o Rei do Instagram devido sua forma peculiar de escrever as legendas,(caipires como diz o próprio) e suas postagens engraçadas. Um fato importante é que ele tem pouquíssimas postagem e tem mais de 400 mil seguidores, outra observação importante é que ele atingiu o número máximo para seguir as pessoas – Quando questionei o número de pessoas que ele segue, que como artista e pessoa pública não deveria seguir ia seguir tantas pessoas, o pequeno grande homem me deu uma banho de humanidade e princípios.

9) O Instagram do Rionegro já mostra mais o dia a dia do cantor, o que ele faz quando não está no palco, que é pescar – treinar os cavalos – estar com a família, e claro, que estar na fazenda.

10) A dupla conquistou o público em geral – atravessando gerações – da criança a melhor idade.

11) Rionegro não tem fotos de infância. Na época uma máquina fotográfica era considerado artigo de luxo e quase ninguém na região tinha o objeto.

12) Solimões tem uma família que é talento puro. Seu filho, Gabeu, também é um artista da música e, a exemplo do pai, segue construindo sua estrada dentro do show business

13) Carol Felizardo também filha de Solimões segue os passos do pai e é hoje cantora profissional

14) Sabrina Sato trata Solimões como seu chaveirinho. Em seu programa, no dia 24 de janeiro de 2015, a apresentadora pegou o cantor no colo em uma brincadeira ao vivo

15) Em 1997, Peão Apaixonado estourava em todo o Brasil, fazendo com que a dupla ficasse reconhecida nacionalmente. Nessa época, Rionegro chegou a se apresentar em alguns programas de TV sem seu carimbo característico, o chapéu de cowboy!

16) A dupla tem uma forma simples de escolha de single. Todas que eles gravam eles acreditam que são potenciais hits de carreira. Nunca gravaram algo que não gostassem 100%

17) Lançada em 2013, na Festa do Peão de Barretos, “O Cowboy Vai Te Pegar” foi um marco na história da dupla. Foi através dela e de seu vídeo clipe repleto de humor que os sertanejos viralizaram pela primeira vez na internet e conquistaram os jovens.

18) Lançado em 1995, o álbum Sonhei reúne alguns sucessos de carreira, como Morrendo de Amor, Sei Que Vou Chorar e a faixa que empresta nome ao projeto. O que pouca gente sabe é que a capa deste disco traz uma peculiaridade: para ficar da mesma altura que Solimões, Rionegro teve que entrar dentro do rio e ficar submerso dos joelhos pra baixo. Obviamente o fotógrafo usou um truque de câmera para que ninguém notasse a armação.

19) Ainda sobre a capa de Sonhei, Rionegro afirma que dentro da sua bota havia dois lambaris, pós fotos pra capa.

20) Nem sempre o nome oficial da dupla foi Rionegro e Solimões. Antes eram chamados de Zé Divino e Felizardo.

21) Embora pareça, Rionegro não é um cara alto. Mede 1.65m. Já Solimões mede 1.42m

22) O nome do produtor que ajudou a dupla no início da carreira é Maestro Pinocchio. Aí voltamos toda a ligação com o primeiro de abril. Muitas e muitas curiosidades a cerca desta data.

23) Rionegro e Solimões foram os precursores da importação e miscigenação do country com o sertanejo raiz.

24) A dupla já regravou sucessos peculiares de outros artistas. Como A Sua Maneira (Do Jeito Da Gente, 2006), conhecida na voz de Dinho Ouro Preto, que por sua vez fez a adaptação de De Musica Ligera, da banda argentina Soda Stereo.

25) Outra regravação que agradou ao Brasil foi a música Lenha (Só Alegria 2001), conhecida originalmente na voz de Zeca Baleiro

26) Ainda falando em versões, Rionegro e Solimões cantaram a música Dois, gravada originalmente por Paulo Ricardo. O lançamento desta aconteceu em 2006, no disco Do Jeito Da Gente.

27) Solimões faz diversas versões de músicas conhecidas de outros artistas em seu instagram. Bora conferir? @SolimoesCantor

28) Chrystian e Ralf são importantes na vida de Rionegro e Solimões. A dupla gravou uma série de composições de Rionegro que, ao ganhar dinheiro, conseguia se manter no início na carreira e investir na dupla. De várias, vale o registro de três: Camisa Manchada, Brigas, Noite

29) Rionegro e Solimões tem como inspiração a dupla Milionário e José Rico, os amigos além de incluir em seu repertorio canções dos idolos regravaram a música “Solidão” para homenageá-los.

30) Pouca gente sabe, que a cantora Rafaela Neves e o cantor João Neves são filhos de Rionegro.

31) Rionegro e Solimões foi a primeira dupla sertaneja a gravar e lançar um DVD no Brasil.

32) Rionegro torce pro Santos, já Solimões é Cruzeirense.