Com quase nove anos de carreira, o trio Make U Sweat dá 6 dicas para DJs que querem iniciar produções autorais.

Em tempos tão desafiadores, o mercado do entretenimento foi um dos mais afetados e fez com que artistas, dos mais variados meios, lugares e ritmos, tivessem que buscar formas de se reinventar. No caso dos DJs, mais da metade começou a se dedicar às produções autorais, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Pirate Studios, no Reino Unido.

Mas infelizmente, nem todos podem investir em grandes cursos ou equipamentos de última geração. E então esses três DJs talentosos prepararam 6 dicas para ajudar iniciantes e desmistificar alguns conceitos desse universo.

“A gente sabe como esse mercado exige estudo, dedicação, e como algumas dicas de especialistas nos ajudaram no começo. Com as produções autorais, colhemos frutos importantíssimos para a nossa carreira e queremos ver outros nomes talentosos brilharem”, conta em conjunto o trio formado pelos DJs Dudu Linhares, Guga Guizelini e Pedro Almeida.

Fique agora de olho nessas dicas incríveis:

1 – Livre-se do mito dos estúdios milionários

Hoje, com um bom computador e conhecimento das técnicas já é possível começar. Existem cursos acessíveis em português e comunidades de produtores que podem ser o primeiro passo, como do André Salata e Felipe Senne.

2 – Consuma todo tipo de conteúdo

O YouTube é uma plataforma aliada do produtor. Com dicas diárias, os canais Reverso Lab, Production Music Live, entre outros, podem ajudar a desenvolver o workflow, além de serem gratuitos.

3 – Aprenda sobre cada instrumento e samples

Comece devagar, aprendendo aos poucos sobre a função e possibilidades de cada instrumento antes de baixar milhares de plugin. O mesmo vale para as samples, estude para para fazer bom proveito. As plataformas Loop Cloud e Spice são ótimas para encontrar uma variedade infinita.

4 – Teste os softwares

Ableton Live, Logic Pro, Fruit Loops, Cubase – todos esses são softwares aclamados, com finalidades parecidas. Pesquise bastante e teste para saber com qual se dá melhor e sente-se mais à vontade.

5 – Treine e arrisque

Não tenha medo de errar! Praticar é a melhor forma de conseguir bons resultados. Depois de bastante estudo, teste de todas as formas, os mais diversos instrumentos, ferramentas.

6 – Participe de concursos

Existem diversos remix contests que são ótimos para treinar os conhecimentos e, quem sabe, até oficializar um remix.

Bônus: Fique de olho nas masterclasses.

Make U Sweat (Por Assessoria de Imprensa)

Dudu Linhares, Guga Guizelini e Pedro Almeida formam o trio mais irreverente do cenário eletrônico brasileiro: o Make U Sweat. Com uma performance marcante, um setlist repleto de produções próprias, versões oficiais de músicas consagradas e diversas parcerias com artistas do cenário pop e eletrônico, o Make não para de crescer e conquistar espaço nas melhores baladas e festivais do Brasil e do mundo.

Os DJs já eram amigos e parceiros de trabalho antes de criarem o projeto. Com carreiras independentes, se encontravam frequentemente nos line ups de festas ao redor do país. Quando perceberam o potencial que tinham juntos para agitar a pista em diversas situações, decidiram montar o trio, que uniria irreverência, amizade, força e experiência dos três em uma única apresentação. Assim, no ano de 2012, surgiu o Make U Sweat, que rapidamente conquistou espaço nas maiores festas do país como Rock In Rio, Reveillon Celebration, Ultra Music Brasil, Festa do Patrão, Surreal Brasília, Camarote Salvador e Camarote Número 1.

O trio ainda produz sua própria festa, a #PutaFarra, que teve passagens de sucesso por São Paulo, Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Rio de Janeiro e Florianópolis e proporcionaram mais de 10 horas de música ininterruptas para mais de 40 mil pessoas.

Entre as versões de sucesso do trio, é possível destacar as duas parcerias com Lulu Santos, “Tempos Modernos” e “Toda Forma de Amor”; “Não Quero Dinheiro” e “É Proibido Fumar”, em parceria com Tiago Abravanel; “Lágrimas e Chuva”, com Toni Garrido; “Mulher de Fases”, ao lado do Digão do Raimundos, e “Eva”, com o Felipe da Banda Eva. Parcerias com Saint Lanvain, produtor Francês, e Jet Lag, além de remixes exclusivos para Alok, Vintage Culture e Nervo, duo australiano residente do Tomorrowland, colocam também o trio entre os principais nomes do cenário eletrônico atual.