Os colombianos do Bomba Estéreo lançam “Deja”.

A música que estará no próximo álbum da banda (de mesmo nome), ganhou um clipe gravado em Yucatán no México, com direção de Memo Canan e participação do ator Joaquín Ferreira. A produção idealizada por Li Saumet (integrante da banda), mostra um homem cansado de sua vida profissional em escritório, desestressando em um paraíso natural.

Sobre o vídeo, o diretor conta, “Sou fã da Bomba Estéreo há muito tempo, admiro o trabalho e a música deles, gosto muito da mensagem deles. O interessante desse vídeo e pelo qual me chamou a atenção, é a mensagem que a Bomba Estéreo procura para a música, que aborda um assunto muito delicado como a depressão. Daí chegamos a esta história, a história de um homem solitário, fechado e triste, que deixou de ser feliz por a muito tempo. mostrar uma história aparentemente simples, para que fosse fácil de empatizar, mas ao mesmo tempo serviria de metáfora para tudo que às vezes não nos permite ser felizes e que muitas vezes somos nós mesmos.”

Já Joaquín comenta, “Parece-me maravilhoso que tenhamos nos conhecido e conseguido fazer este vídeo. Usar imagens da minha própria família no vídeo, para considerar a ideia do que realmente é o sucesso? o personagem vive, tão longe de seus desejos reais, é algo que também passou pela minha cabeça. Atuando, foi uma decantação de sensações e sentimentos, até chegar ao mar. Tanto o personagem, quanto eu, sentimos uma libertação muito bonita, que sempre vou me lembrar”.

O novo disco do grupo latino está conceitualmente dividido em quatro seções que correspondem aos quatro elementos (Água , Ar, Terra e Fogo). “O álbum é sobre a conexão e a desconexão dos seres humanos – do planeta, de si mesmo”, conta Samuet. E ele completa, “É sobre como estamos desconectados, mais conectados a dispositivos eletrônicos e coisas virtuais do que coisas reais. Então decidimos usar os quatro elementos, porque eles fazem parte do equilíbrio dos seres humanos.”

O álbum nasceu em um ônibus de turnê em 2018, quando, durante uma longa turnê pela Europa, Simón se juntou a José, elaborando faixas rapidamente. “Foi nossa última grande turnê como banda”, lembra Simon. Ele ainda diz, “Voltamos para casa pensando que nossa próxima turnê seria ainda maior, mas então veio a pandemia”

Dessa vez, a banda decidiu produzir o álbum por conta própria. “Todos nós acabamos lá e fizemos um álbum que tem um pouco do melhor do clássico de Bomba, como Elegancia, e muitos novos elementos de composição que José e Pacho trouxeram” completa Simon.