Britney Spears participou de forma virtual de uma audiência pra dar o seu depoimento sobre o momento em que está passando. A tutela de todos os seus bens estão há anos nas mãos do pai Jamie Spears e ela tenta reverter essa situação horrível.

O desejo de falar diretamente à Corte foi um pedido da própria artista. Durante os 24 minutos em que ela falou, uma das revelações foi que a decisão da justiça durante esses 13 anos, sem ela ter os direitos totais de sua vida, é “abusiva e que deve ser encerrada sem ter que ser avaliada”.

Algo que também chamou atenção foi o fato dela contar que mentiu nas redes sociais ao dizer que estava bem. Segundo ela, “Eu estive em negação, estive em choque, estou traumatizada. Não consigo dormir, estou deprimida, choro todos os dias”.

Em certo momento Spears desabafou, “É desmoralizante tudo que passei. Nunca disse isso abertamente, nunca pensei que alguém fosse acreditar em mim. Não estou mentindo. Só quero minha vida de volta. Já se passaram 13 anos e isso já é o suficiente. Eu segurei isso por muito tempo, mas isso não é bom para o meu coração”.

A popstar também denunciou que foi forçada a fazer uma turnê em 2018 contra sua vontade, e forçada a mudar sua medicação, entre uma longa lista de outras queixas. Tudo isso a fez se sentir uma escrava.

Britney também aponta que é mantida drogada, há oito anos. “Eles tiraram os remédios que eu tomava por cinco anos e me colocaram no lítio, que é um remédio bem forte. É como se eu estivesse sempre bêbada”, denunciou. “E eu nem bebo álcool. Eu deveria beber álcool pelo que eles fizeram com meu coração”, desabafou.

A eterna Princesa do Pop disse que até seu corpo é controlado. Ela não consegue nem realizar os sonhos de se casar e ter um filho, e ainda se diz obrigada a usar DIU, sem autorização para retirá-lo. “Eu tenho um DIU em meu corpo agora que não me deixa ter um bebê e meus tutores não me deixam ir ao médico para retirá-lo, porque me proibiram de ter filhos”.

Em seu desabafo, a cantora reclamou até da Justiça, ao afirmar que não aparecia mais nas audiências, preferindo ser representada por seus advogados, por nunca ter sido ouvida. Britney ainda reforçou, “Eu honestamente gostaria de poder processar minha família, meu pai e qualquer pessoa envolvida nesta tutela, incluindo meu empresário. Eles deveriam estar na prisão”.

No fim Britney Spears concluiu, “Basicamente, essa tutela está me fazendo mais mal que bem. Eu mereço ter uma vida. Trabalhei a minha vida inteira. Eu mereço, se quiser, ter uma pausa de dois ou três anos e descansar. Eu mereço ter os mesmos direitos que todas as outras pessoas têm. Ter um filho, uma família, qualquer uma dessas coisas”.

Vale ressaltar que no começo da audiência, uma advogada chegou a pedir sigilo ao juiz, mas a própria cantora falou que queria que os registros fossem divulgados.

É a primeira vez que Britney Spears se dirige diretamente ao tribunal desde que seu advogado pediu a suspensão de Jamie como tutor da herança estimada em US$ 60 milhões.