Francisco, el Hombre se une a Dona Onete em “Olha a Chuva”.

O grupo está se preparando pra lançar seu terceiro álbum de estúdio, e pra dar um gostinho do que vem por aí, estreia o single novo pra alegria dos fãs, trazendo uma sonoridade bem brasileira.

Olha a Chuva nasceu em um dia que estava sendo extremamente improdutivo pra gente. Ficamos batendo cabeça para criar algo por horas no quintal em que estávamos reunides e nada acontecia. Eis que choveu forte, do nada, e havia muita roupa no varal. Corremos para tirar toda a roupa do varal e criamos a música neste momento, não demorou nem cinco minutos”, relata Mateo Piracés-Ugarte.

Mateo ainda conta que ideias de Dona Onete para participar da faixa surgiu instantaneamente. “Pensamos nas chuvas amazônicas das 14h, em Belém, e também no show dela”, conta ele. Já a artista paraense reivindica o temporal como patrimônio do seu estado, o que contribui ainda mais para o convite. Segundo Onete, “A chuva é quase nossa e a gente já pode dizer que ela é do Pará, ela é do Norte. Eu fiquei muito feliz de poder falar da nossa bendita chuva maravilhosa”.

A construção sonora de “Olha a Chuva” tem foi feita com melodias andinas, que se mesclam com ritmos latinos, como o Carimbó, a Cumbia e a Batucada. Para chegar nesse resultado, a banda buscou referências que vão da banda chilena Chico Trujillo à própria Dona Onete.

Agora, a Francisco, el Hombre pode dizer que tem a faixa que faltava para eventuais chuvas em seus shows. “Ninguém vai fugir do lamaçal, ninguém vai fugir de se molhar, porque assim que cair a primeira gota de chuva, começará essa música e a festa se intensificará!”, finaliza Mateo.

Francisco, el Hombre é formada por Mateo Piracés-Ugarte (voz), Lazúli (voz), Sebastianismos (voz e bateria), Andrei Kozyreff (guitarra) e Helena Papini (baixo).