Os dos irmãos mais amados do Brasil, Chitãozinho e Xororó lançam audiovisual da bela “Pássaros“.

O clipe dirigido por Douglas Silva, mostra os sertanejos em um grande cenário cantando, com um fundo cheio de projeções que mostram pássaros voando e um cenário cheio de natureza pela noite, durante o dia e também durante uma tempestade de areia. Uma metáfora às fases da vida, boas e ruim e que nos fortalecem.

“Estamos felizes em lançar mais uma faixa inédita nesse período tão delicado. É nossa singela forma de presentear os fãs, que sempre estão com a gente”, conta Chitãozinho”. Já Xororó completa “É uma canção especial, que compus com amigos com o objetivo de tocar corações. Colocamos sentimento em cada detalhe e espero que o público possa sentí-los”.

O vídeo foi gravado nos Studios Apple Fecomercio e conta com a tecnologia XR de realidade estendida. A estrutura tecnológica montada virou palco para o audiovisual, e por meio de um setup de painel de LED de alta resolução, ou seja, um equipamento de tracking na câmera, se tem o efeito de extensão de cenário, que é visualizado em real time. Essa é a primeira vez que um artista brasileiro utiliza essa tecnologia.

“Foi uma experiência engrandecedora para nós. Tínhamos tido o contato com a tecnologia em uma live que fizemos em agosto e nos encantamos com a estrutura. Foi uma honra receber um convite como esse e estamos ansiosos para a recepção do público com o resultado”, conta Chitãozinho.

A canção foi inspirada na vontade de voar e ser livre, o que tanto tem nos acontecendo em tempos de isolamento. A letra fala sobre esse sentimento ao lado da pessoa amada e todo desejo de explorar o mundo lado a lado.

“Passáros” tem composição assinada por Xororó, Tonny e Kleber, com produção e arranjos também do próprio cantor, juntamente com Cláudio Paladini e o filho Junior Lima. A faixa lançada pela gravadora Onda Musical.

Chitãozinho e Xororó (Por Assessoria de Imprensa)

Ícones da música sertaneja, os irmãos atingiram a marca de 40 milhões de discos vendidos, 37 álbuns inéditos, dez DVDs, quatro prêmios Grammy, centenas de discos de ouro, platina e diamante, programas de televisão e uma homenagem da X-9 Paulistana que contou sua história.

A dupla gravou o primeiro disco, “Galopeira”, em 1970, mas o sucesso veio oito anos depois com “60 Dias Apaixonados”, que deu o primeiro
disco de ouro. O reconhecimento do grande público veio em 1982 com a música “Fio de Cabelo”, que vendeu mais de 1,5 milhão de cópias. Ao longo da carreira, criaram clássicos como “Se Deus Me Ouvisse”, “Fogão de Lenha”, “No Rancho Fundo”, “Brincar de Ser Feliz”, “Página de Amigos” e “Alô”, entre outros.