Revelação musical de 2021, Omar Apollo lança “Bad Life”, em parceira com Kali Uchis.

“Pra mim ‘Bad Life’ é o retrato de como colocamos energia em nossos relacionamentos sem receber nada em troca. É uma música sobre esse ressentimento com relação a alguém – até desejando uma vida ruim com quem quer que estejam agora. Eu postei um teaser em Janeiro, e Kali me chamou falando que tinha adorado, então eu a convidei para entrar nessa comigo. A voz dela está perfeita na faixa, adoro o timbre de sua voz”, revela Omar, que este ano foi indicado ao Grammy em duas categorias.

O single ganhou um clipe belíssimo que mostra os dois artistas tentando de alguma forma superar um momento ruim que estão passando.

Filho de pais mexicanos, mas nascido nos Estados Unidos, Omar Apollo cresceu em meio a muita influência musical e cultural. Desde muito cedo ouvia grandes nomes da música como Prince, Stevie Wonder, Brandy, Musiq Soulchild, e descobriu que mais do que estrelas mundiais, esses artistas eram contadores de histórias, e ele queria seguir o mesmo caminho.

Aos 11 anos ganhou a primeira guitarra e, aos 18, começou a se arriscar no Soundcloud. A primeira aposta dele veio em 2017, quando um amigo que acreditava no talento de Omar emprestou ele 30 dólares para que ele subisse o single Ugotmeno Spotify e, desde então, Omar conquistou o mundo.

Com mais de 18 milhões de views nos clipes divulgados no YouTube, 2 milhões de ouvintes mensais apenas no Spotify, dois EPs – “Stereo”e “Friends” – e o projeto “Apolonio”, lançado durante a quarentena e produzido do quarto do artista, Omar Apollo mostra que é possível fazer música sem carregar apenas um rótulo de gênero.