Compositora de mão cheia, Day Limns anuncia sua faceta escritura em livro sobre seus sonhos frustrados.

O lançamento acontece em parceria com a Faro Editorial. O romance surgiu em paralelo ao primeiro álbum da cantora “Bem-vindo ao Clube” e já está em pré venda.

Por trás de toda música, existe uma história, às vezes triste, as vezes alegre e, muitas vezes, de aprendizado. Essa é a mensagem Day quer em seu primeiro livro, “Esta Não é Apenas Uma Carta de Amor”.

“Desde o início, quando comecei a trabalhar no álbum e escrever as músicas eu sabia que cantaria uma história, e percebi que as músicas não seriam o suficiente para contá-la. É como se o álbum fosse a superfície de um oceano infinitamente mais profundo, e eu tô muito ansiosa pra que as pessoas mergulhem de cabeça e vivenciem cada página com a mesma intensidade que ouvem minhas músicas”, revela a artista.

O livro, levou quase 12 meses para ficar pronto e traz contos e poesias que aprofundam na história do seu primeiro amor e fazem um paralelo direto as canções lançadas em seu álbum.

Quem vê a artista de atitude, cantando sobre aceitação, sendo uma das vozes mais representantes do LGBT dentro da música, não imagina que o caminho nem sempre foi tão simples. “O único lugar que eu tinha para sonhar era dentro do meu quarto. Minha mãe já sabia, e eu falava ‘vou vencer isso. Era também aquela pessoa que ficava pregando para as pessoas na sala de aula. Eu não falaria ‘pô, escuta minha música’. Eu chamaria a pessoa para ir para o encontro da Igreja. Eu era essa pessoa. Teve um momento da minha adolescência que eu estava liderando jovens e falando que tinha vencido minhas tentações homossexuais. Eu estava mentindo para essas pessoas, sabia que o buraco era muito mais embaixo, não tinha vencido nada”, conta Day.

A libertação veio e com milhares de seguidores nas redes sociais, mais de 95 milhões de visualizações no Youtube e 97 milhões de streams, a artista, hoje, é muito segura de sua sexualidade e sobre a artista que é. E, agora, todos também vão poder conhecê-la ainda mais.