Iniciando as comemorações de dez anos de carreira, Ludmilla lança o EP “Back To Be”.

O novo projeto que remete ao início de carreira, chega às plataformas digitais com algumas fotos de divulgação onde a artista lembra o seu visual de quando ainda usava o nome de Mc Beyoncé.

Foto: Ygor Marques

Depois de se consagram também como compositora, no álbum, o “Numanice #2”, a artista repete o feito e segue com suas canetadas inéditas no EP novo, com quatro músicas feitas por ela, além de outras duas dela com compositores parceiros, todas na batida envolvente do Funk, daquela menina que voou longe, mas nunca deixou de ser cria de Duque de Caxias, acrescida de muitos upgrades.

“Não é novidade para ninguém que eu tenho um carinho enorme pela MC Beyoncé e que todas as vezes que eu puder enaltecer aquele trabalho que fiz lá atrás, vou fazer. Porque foi ela o pontapé inicial de tudo isso, que a minha vida e carreira se transformaram. Às vezes fico pensando: e se eu tivesse parado na hora que minha mãe mandou eu ir dormir, que ninguém ia querer ouvir o refrão de “Fala mal de mim”? Mãe, graças a Deus você estava errada e eu fui teimosa, mas foi só dessa vez mesmo (risos). Por isso quis brindar e relembrar esse começo, tudo foi pensado e executado com muito cuidado e sentimento para ser uma memória linda e completa para mim e, principalmente, para o público”, conta Lud emocionada.

Foto: Fernando SchlaepferI

O novo projeto conta com as participações de Akon e MC Don Juan. Akon dá o ar da graça na faixa intitulada “Putari4”. A ideia da parceria surgiu no ano passado, quando os dois se encontraram em Los Angeles. Mas a gravação mesmo, só foi realizada há pouco tempo. Já MC Don Juan divide os vocais com Lud em “Down Down Down”. Além disso, o EP conta ainda com mixagem dos DJs Will 22 e 2F – o primeiro, inclusive, acompanhou toda a trajetória da MC Beyoncé e, já como Ludmilla, assumiu as versões de grandes sucessos como “Din din din” e “Verdinha”, por exemplo. Todas as faixas foram produzidas pelos dois DJs, por isso elas vêm com a assinatura da Mousik, nova agência musical brasileira da qual fazem parte. O lançamento chega acompanhado do clipe da faixa “Tudinho”.

Antes de ser conhecida pelo nome de batismo, a cantora e compositora Ludmilla atendia por Mc Beyoncé. O ano era 2012, quando o single “Fala Mal de Mim” estourou pela internet e, aos poucos, ganhou o Brasil. Com a canção, algumas portas se abriram e o caminho começou a ser traçado. Entre outros sucessos pela rede, ainda se sobressaíram: “Garota Recalcada”, “24 Horas Por Dia” e “Se Eu Descobrir”. Foram muitos os bailes funk e alguns programas de TV, até chegar à profissionalização de toda aquela “brincadeira”. De lá para cá, já foi chão e chegamos à emblemática primeira década de carreira, estofada de hits, prêmios, passinhos e muita atitude da danada mais conhecida do Brasil.

10 anos depois ela segue nos surpreendendo com sua potência vocal e um viés artístico multifacetado – que o diga outros gêneros musicais, como o pagode, no qual a cantora tem batido recordes – a dramaturgia, entre outros. Mas isso é assunto para mais para frente. Além de um EP novinho em folha, o público ainda vai receber um audiovisual que tem como pano de fundo o famoso “Fervo da Lud”, festa que Ludmilla sempre faz na própria casa com os amigos, numa pegada “Vegas”: o que acontece lá, fica lá e ponto – no melhor estilo daquela MC Beyoncé de 2012, despretensioso, pouco ostentativo, mas repleto de alegria, talento e muita ousadia, da sola do tênis sneaker até o último fio da lace da nossa danada.

Foto: Ygor Marques