Depois de muita espera e de grandes hits que conquistaram o globo terrestre, Anitta lança o álbum internacional, “Versions Of Me”.

Com 15 faixas, que exploram as diversas mulheres e facetas que habitam a cantora, o projeto tem produção assinada pelo renomado Ryan Tedder, músico e produtor estadunidense que já trabalhou com cantoras como Beyoncé e Adele.

“Venho trabalhando neste disco há mais ou menos 3 anos. O álbum já teve outro nome, outra cara. Mas sempre foi um reflexo de quem eu sou como artista. Fico feliz com o resultado que chegamos hoje e de, finalmente, poder lançá-lo por completo”, revela Anitta.

E ela ressalta, “O ‘Versions of Me’ é álbum trilíngue, de referências multiculturais e diversas. Nesse projeto eu não tento abraçar o mundo, mas abraço todas as minhas facetas”. O disco cantado em português, espanhol e inglês, incorpora diversos ritmos como Funk, Reggaeton, Pop Rock, Música Eletrônica, Trap, Rap, entre outros.

Capa do álbum “Versions Of Me”

Uma coisa que Anitta deixou em aberto era quais singles lançados fariam realmente parte do album e agora sabemos, e com certeza são os melhores que ela tinha lançado anterior ao disco.

O hit mundial “Envolver” que chegou ao #1 do Spotify mundial e entrou no chart da Billboard, a eletrizante e retrô “Boys Don’t Cry”, a empoderada e amada “ Me Gusta” (com Myke Towers e Cardi B), a chiclete “Faking Love” (feat com Saweetie) e “Girl From Rio” que encantou o planeta e exalta as origens da cantora e nosso país, foram as escolhas perfeitas das já amadas e conhecidas pelo público e representam muito bem a versatilidade da Anitta.

Das inéditas um destaque é apaixonante “Gata”. Com a participação super especial de Chencho Corleone, somos envolvidos pela mistura do ritmo jamaicano Ragga com o Reggaeton, batidas eletrônicas, batidas africanas e até o bom e velho Funk. Contagiante demais. Impossível não adorar.

“I’d Rather Have Sex” é outro ponto bem alto do disco e tem de tudo para bombar nas pistas de dança de todo o planeta com sua batida sexy e envolvente, digna de uma Diva Dance (outra faceta que a cantora nos mostrou neste projeto).

Com suas batidas swingadas, “Give Your Number” tem simplesmente a participação de um dos maiores rappers do mundo, Ty Dolla $ign. E ainda para representar toda latinidade de Anitta, a faixa trás muita nostalgia e lembranças boas, com a citação do sucesso mundial “La Bamba” gravada originalmente por Los Lobos em 1958. Um toque especial e marcante.

Outra música que representa muito a cultura latina e o Brasil é “Maria Elegante”. Com a participação de Afro B, a faixa que mistura de forma incrível Afrobeat com Reggaeton, é bem envolvente e traz Maria e seu título, nome tão comum em nosso país e em países latinos, e conhecido no mundo todo. Uma referência que homenageia muito todos nós brasileiros.

A música que dá nome ao álbum “Versions Of Me”, é outro super presente para os fãs. O estilo musical desta faixa, lembrou bastante a quem vos escreve, a vibe Rock de “Boys Don’t Cry”. Já nos transporta para o final dos anos 1980 e chega com vocais muito potentes. Uma ótima amostra da evolução vocal de Anitta e o como ela sabe se reinventar. E ressalto, que pessoalmente, senti também nesta faixa um quê de Lady Gaga.

Destaque também para “Ur Bany”, o tão aguardado feat com Khalid e que podemos arriscar definir como uma baladinha animada, com o clima de sedução. A faixa tem as vozes dos dois cantores brilhando muito e por igual.

Uma das coisas que mais admiramos em Anitta é o quanto ela faz questão de ressaltar suas origens e mostrar todo orgulho que ela tem do Brasil e da comunidade carioca da qual ela veio, Honório Gurgel. E mais uma vez sentimos todo esse orgulho da cantora na única música em português do álbum, “Que Rabão”. A faixa, que é uma grata surpresa, é um Funk daqueles, que não deixa ninguém parado e é cheio de atitude e empoderamento. O rapper YG dá um toque todo especial em sua parte com um Hip Hop daqueles, somado com as vibes animadas de Kevin o Chris e do eterno Mc Catra. Deferente das outras, a música é produzida por Papatinho.

Anitta está super de parabéns. O seu novo e internacional álbum, é simplesmente incrível e bem Pop, um Pop realmente mundial. A cantora soube trazer aquilo que vai agradar em cheio as pessoas, independente de qual o local do planeta elas estiverem.

A capa do álbum, ressalta que a cantora já passou por várias fases em sua vida e sua carreira, e que ela tem orgulho de todas elas. E o conteúdo das musicas, também mostra tudo isso, de uma forma única, inclusive com faixas nada óbvias, e que talvez até muitos nem esperariam que Anitta gravaria algo do gênero. E tudo isso, com as faixas conversando muito umas com as outras.

Todos sabemos, que a brasileira além de conquistar o mercado internacional, está focando também bastante no mercado americano e este álbum tem de tudo para conquistar ainda mais os Estados Unidos, que já estão rendidos à Anitta. Além disso, é também, um projeto que com certeza vai conquistar, até pessoas que antes não curtiam o trabalho de Anitta.

E o mais lindo de tudo, é que Anitta jamais deixou de lado as influências brasileiras e o orgulho de ser carioca, brasileira, mulher e artista. E isso tudo, está claramente explícito no maravilhoso álbum “Versions Of Me”. Um lindo presente à todos nós.