Pra conquistar os corações, Gio Bianco lança a bela e sensível “Hora De Ficar”.

“Nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração da pessoas”. Esta frase de Cora Coralina, uma das mais importantes escritoras brasileiras, representa a nova fase artística de Gio.

Foto: Jaques Dequeker

A nova canção fala sobre o brilho do início de uma paixão em um encontro marcante. Certamente, muitas pessoas já passaram, estão passando ou irão passar por esses momentos. Tanto a letra quanto a melodia combinam sentimentos e emoções com uma dose de elegância.

O timbre aveludado e a voz melodiosa, características marcantes de Gio Bianco, estão mais presentes do que nunca nessa faixa, que chega acompanhada de um clipe produzido pelo diretor e fotógrafo Jaques Dequeker. A artista, em conjunto com a equipe de produção definiram o conceito visual de forma refinada, destacando o talento artístico dela.

Foto: Jaques Dequeker

A cantora e compositora, nascida em São Paulo, Brasil, descendente de imigrantes italianos, começou a cantar com 9 anos de idade, influenciada pela sua mãe pianista e professora de música. Com o passar do tempo, Gio começou a participar de produções teatrais, gravar covers e a se apresentar cantando um repertório formado por canções de jazz, mpb, pop e R&B.

Neste último ano, Gio se dedicou ao processo de desenvolvimento do seu primeiro EP, intitulado “GIO”, formado por 4 faixas inéditas: “Hora de ficar”, “Até o sol nascer”, “Sobe o som” e “10 pras 3”, que serão lançadas sequencialmente.

Foto: Jaques Dequeker

A artista mergulhou no processo de criação tendo referencias sonoras relevantes das últimas décadas. Gio trabalhou na composição das letras e melodias, na produção dos arranjos musicais em reuniões com músicos e no aprimoramento de suas técnicas vocais para gravações e apresentações ao vivo.

Foto: Jaques Dequeker

Em seu repertório há também, releituras de hits nacionais e internacionais que serão lançados nas plataformas digitais nos próximos meses. Em breve, a cantora abrirá sua agenda de shows.