Belo lança o medley “Belo Future – Eternos”, com canções icônicas do Roupa Nova.

Neste novo medley do projeto “Belo Future”, são interpretadas as músicas românticas “Volta Pra Mim”, “Anjo” e “A Viagem”, mesclando a base do Samba com beats eletrônicos.

São mais de 40 anos de história e 35 trilhas sonoras de novelas brasileiras. O grupo Roupa Nova foi criado em 1981, gravou 35 temas de novelas e marcou uma geração de cantores românticos que vieram logo depois. “Tem gente que acha que é fácil, mas cantar o amor não é mole não. Ainda mais durante tanto tempo”, lembra Belo.

Segundo o pagodeiro, “Roupa Nova é um grupo eterno e atemporal, que consegue se renovar a cada ano. Tentei dar uma roupagem diferente a esses sucessos que encantaram o Brasil inteiro”. Para o artista, o segredo do sucesso do grupo é cantar o cotidiano de maneira direta: a fala do Roupa Nova é muito direta, simples. Por isso eles estão jogando há mais de 40 anos”.

Belo é amigo pessoal dos integrantes e, também por isso, quis homenagear o grupo, que perdeu o vocalista Paulinho durante a pandemia de Covid-19. No clipe, dirigido por Beto Chaves e gravado em um teatro do Rio de Janeiro, ele reverencia a trajetória do Roupa Nova: “É minha forma de agradecer por toda a influência que nos deram”.

Esta é a sétima edição desse projeto audiovisual e inovador da carreira do Belo. “Belo Future” nasce do enorme desejo de presentear os fãs e, de uma vez por todas, marcar a chegada do cantor ao ambiente digital. Tudo isso com uma vontade imensa de Belo, de falar ao coração dos brasileiros através de um projeto que aponta para o futuro, apesar de as músicas serem regravações e que foram escolhidas de fora do repertório do artista, mas que, ainda assim, representam sua essência.

“São músicas que eu sempre gostei e que, agora, eu tenho a honra de interpretar. Para mim, é uma semente que está sendo plantada. Depois, podemos fazer um show totalmente inovador atingindo diferentes públicos, gostos e idades”, aponta Belo.