Talentoso, o cantor sertanejo Rafael Frare acaba de lançar o novo single “Cê Tinha Que Ver”, o terceiro da fase pós-pandêmica.

O Portal Me Gusta teve o privilégio de entrevistar Rafael, que revelou detalhes da nova música e de sua carreira.

Leia, na íntegra, tudo o que Rafael Freire contou:

Portal Me Gusta: Como surgiu seu amor pela música?

Rafael Frare: Gosto de música desde pequeno. Meu avô e meus tios eram músicos, então já veio no sangue esse amor.

Me Gusta: Como se da seu processo de composição e suas inspirações?

Rafael: Busco sempre tentar fazer com que as pessoas se identifiquem com a música. Na maioria das vezes as inspirações vêm de histórias reais que vi, vivi ou ouvi de alguém.

Me Gusta: Você está de música nova “Cê Tinha Que Ver”. Como surgiu essa música?

Rafael: O Mateus Candotti é o compositor dessa canção, somos amigos e ele me mandou logo que ficou pronta.
Assim que bati o olho nela, tive absoluta certeza que ia gravar…RS

Me Gusta: Como foi produzir durante a pandemia? De alguma forma mexeu com sua criatividade?

Rafael: Na pandemia foi o momento que mais me conectei com a música em toda minha carreira.
Pensava 24h em música, foi um momento de profunda imersão nessa área. Foi muito especial, vivi a música.

Me Gusta: Como foi a experiência de morar no Paraguai na infância?

Rafael: Faz parte da minha história e carrego inúmeras lembranças afetivas e boas dessa época. Sinto muitas saudades. O Paraguai faz parte da minha infância, da minha vida.

Me Gusta: Você teve uma dupla com Fabio. Como foi pra você está experiência? E como foi se adaptar a carreira solo?

Rafael: Foi um momento muito marcante na minha trajetória essa mudança para carreira solo. No começo era estranho estar sozinho no palco, kkkk. Mas me acostumei rápido e hoje não me vejo mais em dupla, sou um cantor solo!

Me Gusta: Dentro do que você puder adiantar, quais os próximos passos da carreira?

Rafael: Vai vir um feat bem legal em breve, mas ainda não posso dizer com quem. Enquanto isso vão curtindo “Cê Tinha que Ver”!