Lady Gaga chega e arrasa muito com “911”.

A música ganhou um videoclipe bafônico com ar de superprodução em formato de shortfilm. Na produção, a cantora aparecem no deserto abandonada e ela então vai em direção a uma ruína onde encontra uma sociedade perdida.

“Essa é uma música sobre quando seu cérebro e seu corpo se sentem em guerra um com o outro, e as filmagens exigiram que eu revisitasse o tipo de buraco negro onde estava quando escrevi. Para mim, liberdade é quando posso ir até a parte mais escura do meu coração, visitar coisas que são difíceis e depois deixá-las para trás. Entregue-os ao mundo e transforme toda a dor em uma poça de ouro”, declara Gaga.

A cantora também revela que se sentiu muito viva fazendo este clipe, talvez até mais viva do que em qualquer outro ponto na criação do álbum ‘Chromatica’.

O nome da canção “911” faz referência ao número de emergência dos Estados Unidos e é uma metáfora aos remédios antidepressivos que Lady Gaga usa.

É muito bom ver Lady Gaga fazendo novamente um clipe tão impactante e em formato de curta-metragem. Ela nos deu de presente uma obra de arte, que impacta de um jeito como muito tempo não fazia, tanto criativamente como em termos de produção e roteiro.